Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.



Cármen Lúcia quer se antecipar a Temer e indicar novo relator da Lava Jato

Embora oficialmente o discurso ainda seja de cautela em relação ao futuro da Lava Jato, pessoas ligadas à ministra Cármen Lúcia, presidente do STF (Superior Tribunal Federal), afirmam que ela irá acelerar os trâmites para redistribuir todas as ações da operação; um movimento da ministra neste sentido, antecipando-se à escolha de Michel Temer para o substituto de Teori Zavascki na Corte, seria justificada como forma de não paralisar a operação, cujo andamento já está comprometido com a morte do relator; não seria a primeira vez em que isso aconteceria; em 2009, Gilmar Mendes, então presidente do STF, redistribuiu os casos relatados por Menezes Direito, morto naquele ano; no Planalto, porém, cresce a pressão para que Temer não demore a escolher o substituto de Zavascki

Tognolli: PF investiga quem monitorou jato que matou Teori

O jornalista Claudio Julio Tognolli, um dos principais repórteres investigativos do País, relata, em seu canal no Youtube, uma das primeiras linhas de investigação da Polícia Federal sobre a morte de Teori Zavascki; segundo ele, há uma base de dados que permite consultas sobre todas as aeronaves do mundo e o jato que caiu no litoral recebeu 1.885 consultas no dia 3 de janeiro deste ano; "conspiração ou não, é uma linha de investigação da PF", diz Tognolli; assista