Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.

14.02.2016

Fotos Públicas


Investigação sobre Furnas está parada há 4 anos

:

Em 2012, a procuradora federal Andrea Bayão denunciou Dimas Toledo, indicado pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG) para uma diretoria em Furnas, como responsável por um esquema de desvio de recursos e pagamento de mensalões a parlamentares; no entanto, uma decisão judicial transferiu o caso para a Justiça estadual do Rio de Janeiro e, desde então, nada foi feito; em quatro anos, a Polícia Civil não conseguiu nem concluir um inquérito sobre o caso, que voltou às manchetes recentemente, depois que dois delatores da Lava Jato, Alberto Youssef e Fernando Moura, apontaram as conexões entre o senador Aécio e Dimas Toledo; em 2005, Roberto Jefferson, também denunciado por Andréa Bayão, já havia apontado o mensalão e a autenticidade da Lista de Furnas

Instituto Lula: 'privacidade da família foi violentada'

:

Nota foi divulgada em resposta a mais uma denúncia contra o ex-presidente neste fim de semana; desta vez, a revista Veja acusa Lula de enviar pertences seus e de sua família para o sítio que frequentava em Atibaia; segundo o Instituto Lula, "parte dos objetos pessoais" de Lula "foi levada para o sítio Santa Bárbara com o consentimento dos proprietários, que são amigos de Lula e de sua família há décadas. Tudo feito de forma oficial e registrada"; o texto afirma ainda que "mais uma vez a privacidade da família do ex-presidente foi violentada, na tentativa sistemática de associá-lo a processos em que ele não é investigado nem sequer nomeado"


Vídeos 247 Canal Youtube do Brasil 247