Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.

19.04.2015

Fotos Públicas

A carta aberta de um servidor ao juiz Moro

:

"Por que a citação do nome de Aécio Neves, pelo bandido Youssef, ainda antes do primeiro turno das eleições do ano passado, não vazou para a imprensa, e o de Dilma vazou?", questiona Rodolfo Vasconcellos, em carta aberta encaminhada ao juiz Sergio Moro, responsável pela Lava Jato; "Por que o escândalo de Furnas, onde Aécio Neves foi citado pelo mesmo Youssef desde o ano passado, não pôde ser investigado por seus comandados; e o rombo no Sindicato dos Bancários que foi presidido por Vaccari Neto há 10 anos pôde?", questiona; "Por que só são libertados os que descambam, 'espontaneamente', para a delação premiada, de dedo em riste na direção 'certa'?"; leia a íntegra 

É o bolso que leva a mídia a defender o golpe?

:

As quatro famílias da imprensa brasileira, os Frias, Mesquita, Civita e Marinho, afinaram a estratégia para tentar derrubar a presidente Dilma Rousseff; como não há nenhuma denúncia de corrupção contra ela, o pretexto para o golpe são as chamadas "pedaladas fiscais", como se 54 milhões de votos pudessem ser anulados por uma questão meramente contábil; essa ofensiva ocorre no momento em que os grupos de mídia passam pela maior crise financeira de sua história, que não é apenas conjuntural, mas também estrutural, em razão da migração do papel para a era digital; nesse cenário, fica a questão: as famílias midiáticas são movidas por interesses nacionais ou particulares? Querem a responsabilidade fiscal ou apenas sonham com um melhor acesso a verbas públicas e com a restauração do antigo status quo?

Opinião

Vídeos 247 Canal Youtube do Brasil 247