Brasil 247: o seu jornal digital 24 horas por dia, 7 dias por semana.

7.07.2015

Fotos Públicas

Dilma chamou golpistas pra briga. Vão encarar?

:

O maior mérito da entrevista da presidente Dilma Rousseff à Folha de S. Paulo foi empregar a palavra correta – "golpistas" – para se referir às iniciativas de uma ala da oposição, liderada por Aécio Neves (PSDB-MG) e que tem como honoráveis integrantes nomes como Agripino Maia (DEM-RN), Carlos Sampaio (PSDB-SP), Ronaldo Caiado (DEM-GO), Roberto Freire (PPS-SP) e Cássio Cunha Lima (PSDB-PB); "confundiram seus desejos com a realidade", disse Dilma; ela, no entanto, apontou as fragilidades dessa tropa; "não acho que toda oposição seja assim"; governadores tucanos, por exemplo, pretendem seguir o relógio da democracia, que prevê eleições apenas em 2018; nas próximas horas, os radicais do golpismo devem reagir, explicitando suas reais intenções; Dilma disse ainda que, se não se matou sob tortura, não o fará agora. Ela está pronta para a guerra. E eles?

Dilma: Eu não vou cair; Não me atemorizam

:

Presidente Dilma Rousseff reage às investidas 'de uma certa oposição um tanto quanto golpista' e desafia os que defendem seu impeachment a provar que ela algum dia "pegou um tostão" de dinheiro sujo: "Eu não vou cair. Eu não vou, eu não vou. Isso aí é moleza, é luta política"; ela diz respeitar o ex-presidente Lula, mas afirma não se sentir no volume morto: "Estou lutando incansavelmente para superar um momento bastante difícil na vida do país"; ela defende ainda as decisões sobre as contas de 2014, em análise no TCU: 'Eu não acho que houve o que nos acusam. É interessante notar que o que nós adotamos foi adotado muitas vezes antes de nós'; a presidente revela também que o governo prepara outras medidas fiscais para compensar as mudanças recentes feitas pelo Congresso: "Até o final do ano vou fazer o diabo para fazer a menor recessão possível. Já virei um pouco caixeiro viajante, vou continuar"

Opinião

Vídeos 247 Canal Youtube do Brasil 247