América latina

Candidata a vice da Colômbia acusa EUA de 'intervenção direta' nas eleições colombianas

Philip Goldberg, embaixador dos EUA na Colômbia, se referiu indiretamente e de forma negativa aos candidatos da coalizão colombiana de esquerda Pacto Histórico

www.brasil247.com - Francia Márquez, candidata a vice-presidente da Colômbia
Francia Márquez, candidata a vice-presidente da Colômbia (Foto: Divulgação)


Agência Sputnik - Francia Márquez, candidata a vice-presidente da Colômbia pelo Pacto Histórico de esquerda, acusou os EUA de intervirem na política interna de seu país, em referência aos comentários de Philip Goldberg, embaixador americano em Bogotá.

Recentemente, Goldberg afirmou que Washington tem informações sobre possíveis financiamentos e intervenções da Rússia e da Venezuela nas eleições presidenciais da Colômbia de 29 de maio.

"Embora [Goldberg] não tenha mencionado o Pacto Histórico ou Gustavo Petro, é óbvio que ele estava se referindo à nossa candidatura e à nossa aposta política. Creio que isto rompe com a história das relações dos EUA, que não intervém na política, [...] esta é uma intervenção direta do governo dos EUA, através do embaixador, nas eleições", declarou Márquez durante um debate no Instituto da Paz dos EUA em Washington.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Márquez também se referiu ao relacionamento com os EUA e criticou a direita colombiana por procurar apresentar o Pacto Histórico como uma ameaça a Washington e à Colômbia. Segundo a candidata de Gustavo Petro, seu eventual governo não romperia as relações com os EUA, que as fortaleceria, e acredita que Washington respeitará a decisão do povo colombiano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No final de março, a Embaixada da Rússia na Colômbia negou e rejeitou as informações publicadas na mídia local sobre a suposta interferência de Moscou no processo político do país sul-americano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A dupla de Gustavo Petro e Francia Márquez lidera as preferências eleitorais da Colômbia com 43% das intenções de voto, de acordo com a última pesquisa do Centro Estratégico Latino-Americano de Geopolítica (CELAG), publicada no final de abril. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email