América latina

Ex-vice-presidente do Equador Jorge Glas é libertado da prisão

Ele saiu acompanhado por forte esquema de segurança e grande número de apoiadores

www.brasil247.com - Jorge Glaz, ex-vice do Equador
Jorge Glaz, ex-vice do Equador (Foto: Wladimir Jativa)


247 - O ex-vice-presidente do Equador, Jorge Glas, deixou a prisão na tarde de segunda-feira (28) depois que um juiz ordenou sua soltura, informa o site RT.

Pouco depois das 19h30, horário local, Glas deixou o complexo prisional em meio a uma forte segurança e uma onda de apoiadores que vieram cumprimentá-lo na capital equatoriana. 

A soltura foi possível após a ordem do juiz Emerson Curipallo, da Unidade Penal de Santo Domingo de las Tsáchilas, que emitiu uma ordem de soltura a seu favor, embora tenha imposto uma série de medidas cautelares, incluindo a apresentação uma vez por semana na Penitenciária do Litoral, localizado em sua cidade de residência, Guayaquil, e a proibição de sair do país sul-americano.

Com a ordem do juiz Curipallo, o Serviço Nacional de Atenção Integral à Pessoa Privada de Liberdade e Adolescente Infrator (SNAI) informou que acataria a ordem judicial.

Glas cumpria duas penas: a primeira foi proferida em dezembro de 2017, quando foi condenado a seis anos de prisão pelo crime de associação ilícita no 'Caso Odebrecht'; enquanto a segunda, imposta em 2020, o condenou a oito anos de prisão pelo crime de suborno qualificado no caso conhecido como 'Subornos 2012-2016', pelo qual também foi condenado o ex-presidente Rafael Correa.

No início de novembro, a Corte de Apelações da Corte Nacional de Justiça do Equador anulou uma terceira sentença de oito anos de prisão que pesava contra o ex-vice-presidente.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247