50 anos sem Lamarca

Poema de Cristine Nobre Leite homenageia o guerrilheiro revolucionário Carlos Lamarca

Siga o Brasil 247 no Google News

Cipó de Aroeira

50 anos sem Lamarca

Por Cristine Nobre Leite

De carreira militar
Nesse país deixou marca
Seu nome: Carlos Lamarca
Seu lema: ousar, lutar!
Atirador exemplar
Deixou as forças armadas
Seguiu pra outras paradas
A VPR alcançou
No socialismo entrou
Cuidou de aparelhadas

Esse homem dedicado
Lutou em forças de Paz
Voltando ele foi capaz
De unir cabo e soldado
Sargento também ao lado
Pra uma "célula" fazer
Não havia o que temer
Em Marx via razão
Armou a revolução
Ousou lutar pra vencer

PUBLICIDADE

Rendeu um embaixador
Adquiriu armamento
Correu mundo, peitou vento
Seus filhos, Cuba guardou
Com Iara fez amor
Foi pras bandas da Ribeira
Em Registro, a canseira
Escondeu-se noite e dia
Só mais tarde, na Bahia
Morte lhe foi traiçoeira 

PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email