A condenação previsível dos amigos – Parte 2

Chega de corrupção, de maus políticos ainda no poder e de passividade em decisões justiceiras notoriamente ilegais e antidemocráticas. Consertamos o País enquanto há tempo, ou o Brasil será uma Nicarágua travestido de puxadinho dos EUA

Chega de corrupção, de maus políticos ainda no poder e de passividade em decisões justiceiras notoriamente ilegais e antidemocráticas. Consertamos o País enquanto há tempo, ou o Brasil será uma Nicarágua travestido de puxadinho dos EUA
Chega de corrupção, de maus políticos ainda no poder e de passividade em decisões justiceiras notoriamente ilegais e antidemocráticas. Consertamos o País enquanto há tempo, ou o Brasil será uma Nicarágua travestido de puxadinho dos EUA (Foto: Ricardo Fonseca)

Em 18 de dezembro de 2017, escrevi o artigo cujo título foi “A condenação previsível dos amigos”, neste blog. Não que tivesse uma bola de cristal ou fosse ungido por forças ocultas para prever o resultado final do julgamento do ex –Presidente Lula no TRF4, no último dia 24. Tudo o que escrevi naquele texto, foi milimetricamente estudado e questionado não só por este escriba, mas por todos aqueles que tem um mínimo de discernimento e não tem preguiça em pesquisar além dos veículos tradicionais da Grande Imprensa familiar brasileira.

Ao terminar o texto profético-realista, sintetizo pari passu, tudo aquilo que aconteceu naquela quarta-feira em Porto Alegre. A saber disse: Portanto, mesmo que Lula seja condenado (e vai ser como já foi dito acima) no TRF4, ou tribunal de amigos do Moro, essa decisão só irá instigar mais e mais o julgamento do povo que já o absolveu e lhe escolheu para ser novamente o verdadeiro e único salvador da Pátria de chuteiras.  Que fique bem claro, que não adianta uma meia dúzia de justiceiros togados condenarem Lula, mais de 100 milhões de brasileiros já o absolveram. E isso é o que verdadeiramente importa numa democracia, o respeito e a admiração que o povo tem por Luís Inácio Lula da Silva. Reveja aqui:

http://ricardofonseca.tumblr.com/post/168675375156/a-condena%C3%A7%C3%A3o-previs%C3%ADvel-dos-amigos

Quando o julgamento começou naquela manhã e tão logo o discurso do primeiro votante  -  para encher linguiça barata - o senhor Ministro/Desembargador Gebran Neto do TRF4, logo percebi que seria o prenúncio de uma pobre opereta cheia de penduricalhos, para abrir caminho, para a tão sonhada reiteração da condenação esdrúxula do Lula. Parei logo de assistir bem ali e só voltei, rapidamente para ver o pobre final da mesma.

Gebran Neto, Leandro Paulsen e Victor Laus, que não eram ninguém apenas nobres desconhecidos, antes do Julgamento do Lula, poderiam até ter saído dele como “heróis da liga da Justiça”, se tivessem julgado com imparcialidade e de forma técnica da denúncia até evidentemente às provas da defesa. Mas não, julgaram o ex-presidente de forma política/midiática, para ganharem não só o respeito e admiração do colega Juíz Sérgio Moro ( Justiceiro number one do País), como os tão sonhados 15 minutos de (má) fama no Jornal Nacional da Rede Globo. A propósito, já adianto aqui, que serão os 3 homens do Ano nos troféus de todas as mídias golpistas do Brasil. Podem anotar!

Pois bem, traçando um breve paralelo dos 3 vampiros judicialescos (travestidos de justiceiros) do Tribunal do Sul, Tchê! Com Luis Inácio Lula da Silva, percebemos que a opereta não tocou o coração das massas. Ao contrário, gerou foi um clima de tensão e indignação, onde o povo, maior juiz legal (em caso de crimes políticos), já o tinha absolvido antes.

Podem fazer quantas pesquisas quiserem e irão constatar, que a popularidade de Lula não só atingiu mais de 100 milhões de brasileiros, como alcançou até membros da elite e do judiciário brasileiro.

Essa condenação esdrúxula foi tão falsamente construída, que da sentença de sua majestade Sérgio Moro, onde se lia 9 anos e meio, foi propositadamente acrescida sem dó nem piedade, para 12 anos e 1 mês.  Essa conta matemática fecha direitinho, percebam que para cada Ministro/Desembargador, fora acrescido um ano a mais de crueldade. Você deve estar se perguntando e o 1 mês? Simples meus caros Watsons, foi para tirar a bronca e, desviar a atenção para que fosse forjada uma visão legalista e justa para a condenação. Only!

revejam aqui: 

https://g1.globo.com/politica/noticia/julgamento-recurso-de-lula-no-trf-4-decisao-desembargadores-da-8-turma.ghtml

A TV Bandeirantes, obviamente que por um erro de fuso- horário e já com o resultado final nas mãos, resolveu poupar os telespectadores e incrivelmente (Assim como fora os trâmites desse processo), antecipou o 3 x 0 para a alegria do Carnaval dos golpistas. Como assim? Quanta coincidência não é acertarem o resultado final assim na mosca? 

A primeira parte do golpe foi o riículo julgamento da ex-Presidenta Dilma Rousseff sem crime de responsabilidade, vulgarmente apelidado de “tropeço na democracia”, pelo Ministro do STF Ricardo Lewandowski, que empurrou goela abaixo de todos nós brasileiros, o eterno governo decorativo definitivo do impostor Michel Mala Temer(Vampirão).

A segunda parte do prosseguimento desse duro golpe no Brasil, foi exatamente essa “Tertúlia de Porto Alegre”, que para o estarrecimento da classe jurídica isenta, representa o meio da imensa degradação sistêmica do poder judiciário e a rebote da Constituição Federal.

Como falar de reforma da Previdência, com a representação de uma reforma trabalhista ilegal e prejudicial à classe trabalhadora e sem que seja evidentemente feita uma reforma política e judiciária? Por que os trabalhadores é tem que pagar o Pato dos gastos públicos exacerbados e desnecessários, com tantas isenções de impostos para os grandes grupos empresariais e econômicos brasileiros e internacionais?

O gigante que aparentemente está acordado faz tempo, precisa sair da sua cama (sua zona de conforto) e ganhar as ruas manifestando as suas e nossas indignações. Chega de corrupção, de maus políticos ainda no poder e de passividade em decisões justiceiras notoriamente ilegais e antidemocráticas. Consertamos o País enquanto há tempo, ou o Brasil será uma Nicarágua travestido de puxadinho dos EUA.

Que Lula é inocente o mundo inteiro já sabe, menos o STJ e STF, que parecem padecer da Síndrome de Kleine-Levin, ou SKL do sono intenso. Mas segundo a Ministra Carmem Lúcia do STF, o tribunal vai  ouvir  a voz das ruas.  A pergunta que se faz é: Quando e onde? no Brasil ou no exterior? 

Que a condenação foi injusta idem, menos os três mosqueteiros do apocalipse democrático, que como vampiros sanguinários, querem sugar o sangue de Lula até a sua última gota. Reparem volto a dizer: Esse julgamento foi político, um ato de ofício referente a causas indenterminantemente conhecidas, qual seja, a exclusão do ex-presidente dos presidenciáveis nas eleições de outubro próximo.

Para combater esses 3 súditos de Moro, não bastam só algumas cruzes, alhos e peças judicias. Tem de ter Reza Braba, Força, Garra, coragem, Luta e Fé. O resto, esperamos com muita paciência, que os tribunais superiores o façam, a tempo de não assistirmos o fim definitivo do Estado Democrático de Direito nesse Brasil.

Vamos à Luta com Lula e, com ele, só com ele, chegaremos à vitória.

#vivalulaheroidopovobrasileiro

         

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247