A Folha continua com medinho de Lula

A ridícula Folha de S. Paulo faz torcida contra Lula ao invés do “jornalismo imparcial” que anuncia. Poderia o jornalão fazer a torcida contra ou a favor de quem bem entendesse se ao menos tivesse a honradez de assumir que o faz

A ridícula Folha de S. Paulo faz torcida contra Lula ao invés do “jornalismo imparcial” que anuncia. Poderia o jornalão fazer a torcida contra ou a favor de quem bem entendesse se ao menos tivesse a honradez de assumir que o faz
A ridícula Folha de S. Paulo faz torcida contra Lula ao invés do “jornalismo imparcial” que anuncia. Poderia o jornalão fazer a torcida contra ou a favor de quem bem entendesse se ao menos tivesse a honradez de assumir que o faz (Foto: Esmael Morais)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A ridícula Folha de S. Paulo faz torcida contra Lula ao invés do “jornalismo imparcial” que anuncia.

Poderia o jornalão fazer a torcida contra ou a favor de quem bem entendesse se ao menos tivesse a honradez de assumir que o faz.

Dito isto, o veículo dos Frias afirma nesta terça (28) que o juiz Sérgio Moro deixará o ex-presidente inelegível antes do pleito eleitoral de 2018.

Para a Folha, não importa o fato de não haver provas contra Lula muito menos o devido processo legal.

A paúra justifica a insidiosa e fascista campanha contra o petista.

Não há crime, mas há que se criminalizá-lo e deixá-lo inelegível no âmbito da Lei da Ficha Limpa — aquela “lei feita por bêbados“, segundo o ministro do TSE/STF Gilmar Mendes.

A esquizofrenia da Folha é tanta que ontem (27) ela registrou que havia “dúvida” no campo da centro-esquerda sobre a candidatura de Lula. Ora, se não há certeza, por que tanto medinho? Por quê?

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247