A irresponsabilidade da mídia e do hospital no episódio de Arthur, neto do Lula

Entre a tarde de sexta-feira (29) e a noite de sábado (30), a Fórum procurou o Hospital Bartira, do grupo D'Or, em Santo André. Procurou também as secretarias de Saúde de Santo André e do Estado de São Paulo por telefone e e-mail. Nenhum deles deu retorno

A irresponsabilidade da mídia e do hospital no episódio de Arthur, neto do Lula
A irresponsabilidade da mídia e do hospital no episódio de Arthur, neto do Lula (Foto: Ricardo Stuckert)

Entre a tarde de sexta-feira (29) e a noite de sábado (30), a Fórum procurou o Hospital Bartira, do grupo D'Or, em Santo André. Procurou também as secretarias de Saúde de Santo André e do Estado de São Paulo por telefone e e-mail. Nenhum deles deu retorno.

O fato é que, de acordo com informações do deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP), o neto do ex-presidente Lula, Arthur Lula da Silva, de 7 anos, filho de Marlene Araujo Lula da Silva e Sandro Luís Lula da Silva, que faleceu no dia 1 de março, não morreu de meningite meningogócica, conforme divulgado pelo Hospital.

A notícia foi veiculada pelo jornalista Ancelmo Gois de O Globo nove minutos após a morte do menino em seu blogue.

O editor da Fórum, Renato Rovai, comenta a irresponsabilidade da mídia e do hospital no episódio de Arthur, neto do Lula.

Veja o vídeo abaixo:

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247