A macroeconomia atual no Brasil e o exemplo avançado e proporcional da Paraíba

Enquanto o Governo Temer adota Reformas e medidas restritivas penalizando diversos segmentos, o Governo Ricardo Coutinho faz o inverso, ou seja, investe para enfrentar e superar a crise

Enquanto o Governo Temer adota Reformas e medidas restritivas penalizando diversos segmentos, o Governo Ricardo Coutinho faz o inverso, ou seja, investe para enfrentar e superar a crise
Enquanto o Governo Temer adota Reformas e medidas restritivas penalizando diversos segmentos, o Governo Ricardo Coutinho faz o inverso, ou seja, investe para enfrentar e superar a crise (Foto: Walter Santos)

A GOL Linhas Aéreas assinou nesta terça-feira no Palácio da Redenção um contrato para garantir em 1o de Julho deste ano o primeiro vôo regular internacional da Paraíba com percurso João Pessoa - Buenos Aires - João Pessoa. O ponto singular deste fato, mas histórico, entre milhares de outros pontos aéreos no País tem natureza distinta porque se efetiva como conceito de bons resultados da macroeconomia em tempo de crise adotada pelo Governo dá Paraiba, na contramão da Política econômica do Brasil apostando na recessão para enfrentar esta mesma crise.

A conta é simples de entender: enquanto o Governo Temer adota Reformas e medidas restritivas penalizando diversos segmentos, o Governo Ricardo Coutinho faz o inverso, ou seja, investe para enfrentar e superar a crise.

O 1o VÔO DENTRO DE OUTRA LÓGICA

O acordo entre o Governo da Paraíba e a GOL simbolizou na prática o exercício puro de macroeconomia expansiva porque, mesmo aplicando redução de impostos para baratear os vôos, a GOL contribui com investimentos na sequência ao admitir retomar a Malha Viária de antes com mais ofertas para o usuário da Paraíba.

Isto chama-se retro-alimentação econômica pura com todos ganhando ao final.

AINDA O CONJUNTO DA ECONOMIA

Pelo que o governador Ricardo Coutinho disse em discurso para o Trade Turistico, o maior feito histórico está numa outra escala de Políticas onde para chegar até aqui foi preciso investir muito em infraestrutura e logística, isto é, com o Governo fazendo sua parte.

Ele enumerou inúmeras politicas desenvolvidas de forma articulada como o saneamento e controle das contas do governo, o enxugamento dá máquina, a adoção de investimentos em infraestrutura como o Centro de Convenções, a nova fase de solução para o Distrito Turístico (Polo Cabo Branco), a Política de estradas tirando em abril todos os últimos 56 municípios do isolamento abrindo fronteiras de negócios.

DE 19o PARA 2o LUGAR EM RODOVIAS

Os números são do Conselho Nacional de Transportes expostos na solenidade como base de ranking nacional.

Os investimentos em infraestrutura rodoviária do governo RC levou a Paraíba a sair da décima nona posição no País para a segunda - perdendo para São Paulo, mesmo assim proporcionalmente é desempenho acima de muitos estados considerados grandes.

Portanto, a celebração de contrato para o primeiro vôo internacional da Paraíba é um ponto no iceberg de uma vasta e resolutiva política macroeconômica do Governo chegando ao status de iniciar o ano com a reclassificação de duas contas em nível B- enquanto Rio de Janeiro, Minas, Rio Grande do Sul e outros despencam.

Isto chama-se Gestão qualificada com controle das contas e investimentos à base da macroeconomia chegando ao SUPERÁVIT primário diante da quebradeira de Grandes Estados.

Eita Paraíba ousada da "gota serena"!

ÚLTIMA

"Contra fatos não há argumentos "

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247