A negligência e o adiamento do futuro

O Brasil se transformou em um país dos infernos, governado por uma criatura maligna incapaz de gerir um pequeno negócio, eleito por um seguimento da sociedade hipnotizado e alimentado pelo ódio ao Partido dos Trabalhadores e por outros tantos que se alinham ao perfil demoníaco do governante

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O golpe continuado vem desmontando o Brasil, retirando direitos e afastando investimentos, como o anúncio da Ford de parar a produção de veículos, depois de mais de cem anos de atividades, assim como o fechamento das 361 unidades do Banco do Brasil que deixará mais de cinco mil trabalhadores desempregados. 

A falta de segurança jurídica, de regras claras e a irracionalidade do sistema tributário tira toda a credibilidade do governo que se diz liberal, mas que não protege o capital privado. 

O Brasil se transformou em um país dos infernos, governado por uma criatura maligna incapaz de gerir um pequeno negócio, eleito por um seguimento da sociedade hipnotizado e alimentado pelo ódio ao Partido dos Trabalhadores e por outros tantos que se alinham ao perfil demoníaco do governante. 

Essa claque que dá sustentação ao desgoverno, é responsável pela irresponsabilidade e deboche de atitudes como a do ministro da saúde, general Eduardo Pazuello, que anunciou em tom sarcástico que a vacina iniciará no dia D, na hora H.  

Pazuello, no dia anterior, foi responsabilizado pelo presidente Jair Bolsonaro pela queda de sua popularidade. Queda de popularidade de um imbecil se recupera com frases dirigidas aos imbecis. 

Nesse passo e com toda essa carga de negatividade e negligência, o futuro vai sendo adiado, nossa esperança depositada em um fundo sem rendimentos, o que torna o terreno apropriado para os parasitas. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247