A política genocida de Bolsonaro está produzindo resultados a favor do coronavírus

Bolsonaro aposta no caos para dar um golpe. O Coronavírus que deveria ser um freio, para ele se tornou um acelerador. Ele acredita que não havendo condições para reação da sociedade civil organizada, o que resta são alguns estorvos democráticos, que não tardará em ser removidos.

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Estão dizendo que o Brasil tem menos casos de Coronavírus que os Estados Unidos. Isso pode ser visto em números. Mas o que os números não mostram é o que está por trás deles. E nesse ponto, o Brasil está diante de uma crise de proporções épicas.

Analisando o percentual de crescimento de casos e mortes causadas e reconhecidas oficialmente pelos dois países, vamos entender porque é que o Presidente Donald Trump não quer saber nem de brasileiros, nem de bolsominions por lá.

Na quinta feira, 21 de abril, os norte-americanos contabilizavam 1.577.147 estadunidenses contaminados pelo CORONAVÍRUS. Hoje, domingo dia 24/05, atingem o número de 1.675.368 diagnosticados com a doença. Nestes 4 dias, a doença avançou com seu passo firme no antigo território apache, 6,22%.

Na mesma quinta-feira (dia 21/05), os filhos de tio sam, somavam – 94.702 mortos em razão do COVID19, hoje, domingo, amargam a morte de 97.992 compatriotas. Em percentual, isso significa 3,47%. 

Quando olho os números brasileiros, compreende-se porque todos os cientistas, a nível mundial, olham para o Brasil com cara de pesar. Bolsonaro e seu governo de facínoras vai causar muita dor ao nosso povo. Vejam só:

No dia 21/05, primeiro dia em que Bolsonaro convoca os 27 governadores para falar sobre o Coronavírus, e não propor absolutamente nada para o país, contabilizávamos 310.087 brasileiros com diagnóstico confirmado de Coronavírus. Hoje, domingo, 24/05, pulamos para 363.211 brasileiros contaminados. Isso significa um aumento de 17,13% em casos confirmados, em apenas 4 dias.. A taxa de mortos pela doença pulou de 20.047 para 22.666 pessoas, um aumento de 13.06% em apenas 4 dias.

Estes números são tão absurdos porque eles representam a proporcionalidade exata da desídia com que o governo federal e lamentavelmente alguns governadores e prefeitos tratam essa questão. A falta de testes e por consequência de cuidados geram uma outra catástrofe iminente. Serão os brasileiros que quando descobrir que estão doentes, não restará muito a fazer além de rezar.

Aumentamos os números de casos confirmados de COVID19 nos últimos 4 dias em 17,13% e o número de mortos em 13,06%. Se esses números não forem suficientes para demonstrar que a política desenvolvida por Bolsonaro se equipara a um genocídio intencional e claro, então, não se sabe mais o que é isso.

Bolsonaro aposta no caos para dar um golpe. O Coronavírus que deveria ser um freio, para ele se tornou um acelerador. Ele acredita que não havendo condições para reação da sociedade civil organizada, o que resta são alguns estorvos democráticos, que não tardará em ser removidos. 

O que mais entristece nessa história toda não é Bolsonaro. Mas sim, o exército brasileiro que se submete e expõe todo o país a esse homem tão mesquinho e frio. Não é possível que não enxerguem isso. E enxergando, não é possível que não reajam. Das duas uma, ou é porque não permitirão ou é porque são coniventes. Será uma opção de se tornarem parecidos com a beleza do povo brasileiro em toda sua diversidade, ou com um monstro.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247