A prova de que foi o Senado que afastou Collor

"A tropa do impeachment na Câmara, liderada por Eduardo Cunha, espalhou a lenda de que, se a abertura do processo for aprovada pela Câmara, a presidente Dilma será imediatamente afastada. Tentaram subtrair uma prerrogativa que é do Senado, e Renan Calheiros gritou e foi ao STF, que deve examinar o assunto na quarta-feira. Quem afasta o presidente é o Senado, depois de votar pelo acolhimento ou não da denúncia da Câmara"; quem faz tal relato é a colunista do 247, Tereza Cruvinel; "Isso é fato histórico, eu cobri, está documentado", reforça ela, que disponibiliza um link de uma matéria da TV Globo, sobre o momento em que o senador Dirceu Carneiro, primeiro-secretário do Senado, vai ao Planalto comunicar a Collor seu afastamento

"A tropa do impeachment na Câmara, liderada por Eduardo Cunha, espalhou a lenda de que, se a abertura do processo for aprovada pela Câmara, a presidente Dilma será imediatamente afastada. Tentaram subtrair uma prerrogativa que é do Senado, e Renan Calheiros gritou e foi ao STF, que deve examinar o assunto na quarta-feira. Quem afasta o presidente é o Senado, depois de votar pelo acolhimento ou não da denúncia da Câmara"; quem faz tal relato é a colunista do 247, Tereza Cruvinel; "Isso é fato histórico, eu cobri, está documentado", reforça ela, que disponibiliza um link de uma matéria da TV Globo, sobre o momento em que o senador Dirceu Carneiro, primeiro-secretário do Senado, vai ao Planalto comunicar a Collor seu afastamento
"A tropa do impeachment na Câmara, liderada por Eduardo Cunha, espalhou a lenda de que, se a abertura do processo for aprovada pela Câmara, a presidente Dilma será imediatamente afastada. Tentaram subtrair uma prerrogativa que é do Senado, e Renan Calheiros gritou e foi ao STF, que deve examinar o assunto na quarta-feira. Quem afasta o presidente é o Senado, depois de votar pelo acolhimento ou não da denúncia da Câmara"; quem faz tal relato é a colunista do 247, Tereza Cruvinel; "Isso é fato histórico, eu cobri, está documentado", reforça ela, que disponibiliza um link de uma matéria da TV Globo, sobre o momento em que o senador Dirceu Carneiro, primeiro-secretário do Senado, vai ao Planalto comunicar a Collor seu afastamento (Foto: Tereza Cruvinel)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A tropa do impeachment na Câmara, liderada por Eduardo Cunha, espalhou a lenda de que, se a abertura do processo for aprovada pela Câmara, a presidente Dilma será imediatamente afastada. Tentaram subtrair  uma prerrogativa que é do Senado, e Renan Calheiros gritou e foi ao STF, que deve examinar o assunto na quarta-feira. Quem afasta o presidente é o Senado, depois de votar pelo acolhimento ou não da denúncia da Câmara.

Isso é fato histórico, eu cobri, está documentado. Mas para que não paire dúvida sobre como as coisas se passaram, deixo aqui esta comprovação factual, que me foi franqueada pelo colega e amigo Ricardo Amaral, que também cobriu o impeachment de Collor. Trata-se do link para matéria da TV Globo, sobre o momento em que o senador Dirceu Carneiro, como primeiro-secretário do Senado, vai ao Planalto comunicar a Collor seu afastamento. Vejam o vídeo:

http://g1.globo.com/jornal-nacional/videos/t/edicoes/v/dirceu-carneiro-entrega-notificacao-de-afastamento-do-presidente-collor/2158877/

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email