Adversários de Lula não sabem o que é democracia

O colunista do 247 Alex Solnik destaca que, ao contrário da gritaria dos adversários de Lula contra sua presença no horário eleitoral, alegando que o PT continua dizendo que ele é candidato, a "alegação é falsa"; "O programa eleitoral do PT simplesmente não definiu quem é o candidato a presidente. Isso é perfeitamente legítimo, porque a decisão do TSE não é definitiva e permitiu essa indefinição até o dia 11 de setembro", observa; "Só quem não sabe ou não quer saber como funciona a democracia acusa o PT de desobedecer ao TSE", completa

Adversários de Lula não sabem o que é democracia
Adversários de Lula não sabem o que é democracia (Foto: Ricardo Stuckert)

Ainda pouco satisfeitos com a impugnação da candidatura que desrespeita os seus direitos políticos, e, portanto, o preceito democrático, adversários de Lula, à direita, protestam contra sua presença no horário eleitoral, alegando que o PT continua dizendo que ele é candidato.

A alegação é falsa. Não há isso. O programa eleitoral do PT simplesmente não definiu quem é o candidato a presidente. Não disse que Lula ainda é, mas também não disse que não é. Isso é perfeitamente legítimo, porque a decisão do TSE não é definitiva e permitiu essa indefinição até o dia 11 de setembro. Só então o PT terá de definir os nomes do novo presidenciável e do vice – a não ser que o STF dê outro entendimento à questão antes dessa data.

Explico. O TSE impugnou Lula, mas ele tem direito a recorrer ao STF e é o que vai fazer. Enquanto o STF – que é a última instância – não definir se Lula pode ser candidato ou não, não se pode falar em desobediência. Lula não é candidato neste momento, pois vige a decisão do TSE. Mas ela poderá ser derrubada por uma liminar do STF. Daí porque não se pode afirmar que Lula está definitivamente fora do páreo neste momento.

Durante os dez dias concedidos pelo TSE para troca de candidatos, o PT tem todo o direito de apresentar Lula em 25% do tempo do partido, sem definir se é candidato ou não é. Até 11 de setembro.

Somente a partir desta data o partido poderá ser acusado de afrontar o TSE – se não definir o substituto de Lula. Ou se não obtiver êxito no STF.

Só quem não sabe ou não quer saber como funciona a democracia acusa o PT de desobedecer ao TSE.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247