Ano novo, velha Rede Globo...

Durante a cobertura do "Show da Virada", a Rede Globo de Televisão fez passagens ao vivo por vários locais onde havia festas para recepcionar 2017, sempre com o áudio ao fundo das apresentações musicais que rolavam nos palcos. Até que foi chamada a reportagem em Brasília. No palco, apresentava-se o rapper paulista Criolo, mas a Globo não deixou vazar o áudio da população de Brasília. Criolo, uma das mais famosas vozes críticas do governo golpista de Michel Temer, preparara uma surpresa - a mensagem era clara: DIRETAS JÁ! Na capital do golpe, Criolo mostrou de que lado está: o lado do povo brasileiro. E a Globo também mostrou o seu lado: o daqueles que não querem o bem do país

Já pulou suas ondinhas? Já soltou seus fogos? Já cantou "esse ano quero paz no meu coração" ou "hoje é um novo dia, um novo tempo, que começou"? Já vestiu branco e fez votos de um ano próspero, com muito dinheiro, muita saúde e muita paz para o mundo?

Pois bem, já estamos em 2017. Acorde. Acabou a ilusão de algumas horas.

Aliás, precisou nem terminar 2016 para os que são mais observadores notarem que o ano pode ser novo, mas as hipocrisias dessa nossa Terra Brasilis continuam velhas, firmes e fortes, infelizmente.

Durante a cobertura do "Show da Virada", por exemplo, a Rede Globo de Televisão (sempre ela) fez passagens ao vivo por vários locais onde havia festas para recepcionar 2017. Passou pelo Rio de Janeiro, onde, nas areias de Copacabana, a equipe de reportagem se esforçava para encontrar nas carinhas bem nutridas da classe média carioca (a mesma que bateu panelas pelo fim da democracia) razões para sorrir, sonhar e gargalhar com o réveillon. Vieram as imagens de São Paulo, Florianópolis, Belo Horizonte, sempre com o áudio ao fundo das apresentações musicais que rolavam nos palcos.

Até que foi chamada a reportagem em Brasília. O repórter, cujo nome não me recordo no momento, foi enquadrado na câmera, com as milhares de pessoas ao fundo na Esplanada dos Ministérios. No palco, apresentava-se o rapper paulista Criolo, mas a Globo não deixou vazar o áudio da população de Brasília, tampouco do artista que naquele instante se apresentava.

O motivo seria revelado minutos mais tarde, durante o pipocar dos fogos que anunciavam a chegada de 2017. Criolo, uma das mais famosas vozes críticas do governo golpista de Michel Temer, preparara uma surpresa. No palco, logo após a meia-noite, apareceu uma mensagem no telão. Nada de "Feliz 2017", ou "Paz no Mundo", ou qualquer outro clichê hipócrita.

A mensagem era clara: DIRETAS JÁ!

Em várias cores, DIRETAS JÁ!

Na capital do golpe, Criolo mostrou de que lado está: o lado do povo brasileiro.

E a Globo também mostrou o seu lado: o daqueles que não querem o bem do país.

Ao bloquear o áudio do show de Criolo, a emissora dos Marinho descortinou sua hipocrisia típica daquela que, ao lado dos conspiradores de dentro do poder, é a principal responsável pelo Brasil estar na situação em que se encontra.

Manipulando informações, mentindo para a população, escondendo o que deveria ser mostrado, a Rede Globo de Televisão presta, continuamente, desde a sua fundação, desserviço à população brasileira.

Sua concessão vence em 2018. Se Temer continuar no poder até lá, ou outro tão ruim ou pior que ele, a concessão da emissora será renovada por mais dez anos. Enquanto isso, milhões e milhões de brasileiros continuam consumindo a Globo feito droga da qual não conseguem se libertar, ou por impotência, ou por ignorância, ou por má-fé mesmo.

Só vou acreditar que 2017 será um ano melhor se os brasileiros começarmos a deixar de assistir à Rede Globo de Televisão.

E que lutemos, com todas as nossas forças (políticas e jurídicas, inclusive), pela cassação de sua concessão, pelo bem do país.

Mais Criolo! Menos Temer! Diretas já!

O povo não é bobo! Abaixo a Rede Globo!

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247