Área 51 ou Capitólio?

Não duvido que o prazo de Moro de encerrar a operação até dezembro signifique ter dado o xeque-mate no PT. Depois disso, avanço fulminante sobre o PMDB, com sequelas em Serra e Aécio, delatados na Lava Jato, em 2017

A Polícia Federal divulga, em anexo, release e foto da 11ª Fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta manhã em diversos estados do país - denominada " A Origem". Foto: Polícia Federal/ Curitiba
A Polícia Federal divulga, em anexo, release e foto da 11ª Fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta manhã em diversos estados do país - denominada " A Origem". Foto: Polícia Federal/ Curitiba (Foto: Leopoldo Vieira)

Teorias da conspiração são fatos políticos, econômicos e militares. Estão em Hollywood justamente para parecerem inacreditáveis.

Porém, uma gama de cinebiografias ou remontagens de momentos históricos revelam uma outra gama de conspirações eficazes sem recorrer à ficção.

A operação Lava Jato cada vez mais me parece uma conspiração de extrema-direita: inteligência baseada em óbvios think tanks republicanos, corporações legitimadas pela legalidade no comando, agentes fundamentalistas religiosos protestantes a la Bible Belt, um tucano ministro da Justiça, servidor de um tucano governador ligado a Opus Dei, que se coordena com um tucano juiz com perfil exato para a missão; uma opinião pública direcionada conforme manuais da Fox (rede de extrema-direita anti -democrata), técnicas de mobilização de movimentos aparentemente civis a engabelar políticos experientes em política, mas estranhos a uma racionalidade distinta da política.

Não duvido que o prazo de Moro de encerrar a operação até dezembro signifique ter dado o xeque-mate no PT.

Depois disso, avanço fulminante sobre o PMDB, com sequelas em Serra e Aécio, delatados na Lava Jato, em 2017.

Sobra Alckmin, contra quem só há denúncias em SP, cujo judiciário é embalado pela direitice ou controlado por pessoas suas durante seus governos.

Não é conspiração americana, é de extrema-direita em nível político, econômico, social, corporativo.

Claro que não se sustenta só. Arrasta interesses que pensam que se beneficiarão parcialmente ou no final.

Uma modelagem de bloco histórico no outside.

Diferente de tudo já visto.

Dará certo se os políticos, com todos os seus erros e defeitos, mas forjados na disputa democrática desde a abertura, os que Paulo Maltus dizia serem os mais aptos a governar "porque entendem de povo", não forem assertivos em reassumir as rédeas da crise política e econômica em curso.

O clima mundial é muito semelhante aos anos precedentes à 2ª Guerra. Nem precisa desenhar.

Mas, antes de Normandia, bandeira soviética no Bundestag e as disputas posteriores a Hiroshima e Nagasaki, teve a ascensão nazista.

O fato da história se repetir da segunda vez como farsa não significa que os novos atores do remake não consigam anos de exibição como comédia, capaz de anestesiar o público de suposta felicidade.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247