As milícias, os bolsominions e o Brasil: um chamado à reflexão

Resolvi quebrar a descrença quanto a conversar seriamente com eleitores do presidente eleito, pois tenho consciência que o brasileiro e o ser humano são muito melhores. Consciência também de que, diante do texto de Nassif, ainda que mantendo posições ideológicas distintas da esquerda, mesmo odiando o PT seja lá por qual motivo for, esses brasileiros irão romper com este governo e passarão a exigir apuração e punição

As milícias, os bolsominions e o Brasil: um chamado à reflexão
As milícias, os bolsominions e o Brasil: um chamado à reflexão (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

Sempre ponderei que falar para eleitores de Bolsonaro, especialmente aqueles ligados aos chamados setores médios ou pequeno-burgueses da sociedade, é perda de tempo.

Mas ao ler o artigo do Nassif, esclarecedor e com dados comprobatórios em todos os aspectoS, sobre a relação das milícias com a família Bolsonaro e o próprio Jair, resolvi abrir uma exceção.

Antes é necessário uma breve observação: milícias fazem parte e organizam o crime, seja de tráfico de drogas, contravenção, roubo, extorsão , assassinatos ou estelionato.

Na maioria das vezes em conluio com outros bandidos e por vezes tomando na bala o lugar desses. Como relator que fui da CPI do Narcotráfico, presenciei "policiais" milicianos organizando o tráfico por Minas Gerais afora. Imagino no Rio, onde a milícia passou a "fazer política" e "apoiar políticos", inclusive financeiramente.

É esse mundo das milícias que tanto Flávio como Jair homenageiam e, pior, defendem como legítimos e necessários à sociedade.

Mas, como disse no início, resolvi quebrar a descrença quanto a conversar seriamente com eleitores do presidente eleito, pois tenho consciência que o brasileiro e o ser humano são muito melhores. Consciência também de que, diante do texto de Nassif, ainda que mantendo posições ideológicas distintas da esquerda, mesmo odiando o PT seja lá por qual motivo for, esses brasileiros irão romper com este governo e passarão a exigir apuração e punição.

Alguma esperança neste momento precisamos ter e por isso vou enviar este meu texto a pessoas que, eu sei, votaram em Bolsonaro, pedindo a cada um que faça o mesmo, lendo e meditando sobre o conteúdo.

Afinal de contas , a barbárie não pode vencer a civilização.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247