Avião de carreira

Os grandes jornais brazucas até agora não chamaram o traficante de traficante, alguém sabe por que? Bora dá nome pras coisas? Um traficante brasileiro foi preso em Sevilla, na Espanha, com 39 quilos de cocaína

(Brasília - DF, 23/10/2018) Solenidade Militar Alusiva ao Dia do Aviador e ao Dia da Força Aérea Brasileira. Fotos: Marcos Corrêa/PR
(Brasília - DF, 23/10/2018) Solenidade Militar Alusiva ao Dia do Aviador e ao Dia da Força Aérea Brasileira. Fotos: Marcos Corrêa/PR (Foto: Marcos Corrêa/PR)

Os grandes jornais brazucas até agora não chamaram o traficante de traficante, alguém sabe por que?  

Bora dá nome pras coisas?  

Um traficante brasileiro foi preso em Sevilla, na Espanha, com 39 quilos de cocaína.  

Até aí nada demais.  

O diabo é que o cabra é militar, e transportava toda essa farinhada em um avião também militar.   

E, desgraçadamente, a aeronave fazia parte da comitiva do presidente desta república federativa, que é um militar de pijamas.  

E, veja você, a tal comitiva que acompanha o presidente na tour internacional, está sob a proteção e vigilância de um militarzão, o general Heleno, convertido em ministro do gabinete de segurança institucional.  

Heleno é aquele sujeito que esmurrou a mesa pedindo prisão perpétua para o preso político Lula da Silva. 

Perguntado por uma jornalista se não farejara nada de anormal na bagagem pesada do sargento traficante, o general se saiu com essa: “como iria saber, não tenho bola de cristal”.  

Ora, ora, ora.  

E foi com bola de cristal que os agentes espanhóis conseguiram flagrar o colega de Heleno?  

Ou usaram a elementar checagem de bagagem?  

Heleno não tem lá um cão com um bom faro pra dar uma cafungada nas bagagens da rapazeada?   

Cada um entra nessa aeronave levando o que quiser? não há sequer um réles rastreador com infravermelho pra ver se não transportam coisas intransportáveis?  

39 quilos de pó?  

O mais interessante não é o tamanho da bagagem que o sargento traficante levava, mas a que ele traria.  

Porque esses 39 quilos de pó seriam convertidos em milhões de euros, o que aumentaria significativamente a bagagem do sujeito. 

E entra-se com uma mochila nessa aeronave e volta-se com malas e tudo bem? 

Que zona é essa?   

E querem fazer crer que toda essa vista grossa não é conivência, ou melhor, cumplicidade?  

Querem me fazer crer que o sargento traficante agia sozinho?  

Que era uma mula?   

Mulas levam cocaína no estômago, amarradas ao corpo, introduzidas no ânus... pequenas quantidades.  

O que se flagrou aí foi um descarado esquema de tráfico internacional de drogas envolvendo militares!   

Ainda bem que o sujeito foi preso nas estranjas, lá a cobra vai fumar. por aqui, como sabemos, aviões e helicópteros da traficância, pertencentes a gente bem relacionada, nunca dá em nada.  

E pensar que o negro Rafael Braga foi exposto de forma vexosa, chamado disso e daquilo, e amarga uma cana dura por levar consigo menos de um grama de maconha é de lascar!  

E outra, essas explicações cheiram muito mal e tem cara de quem quer empurrar o pó para debaixo do tapete.  

Pode ser fim de carreira para este sargento traficante, mas tudo indica que enquanto não derem uma bola de cristal para o general a coisa vai continuar correndo solta. 

Palavra da salvação.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247