Bolsominions e morominions não podem tomar as ruas

A polarização bolsominions e morominions tende a movimentar as ruas nos próximos meses. É nosso dever lembrar que Sergio Moro destruiu a indústria brasileira, é responsável direto pelo necrogoverno de aparvalhados aliados do Coronavírus.

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sergio Moro tirou Lula das eleições de 2018 para eleger Bolsonaro, agora está denunciando Bolsonaro para enfraquecer sua reeleição em 2022, já que Moro será o candidato da direita à presidência.

O grupo ligado a Bolsonaro vem amadurecendo a hipótese de que Moro estaria no governo como espião a serviço do PSDB. O que se sabe é que ele é apoiado pelas organizações Globo e que tem um projeto pessoal de poder.

A pressa do ex-ministro em entregar o material contra o presidente para a PF foi motivada pela identificação dele com o governo, quer limpar sua imagem o quanto antes.

Porém, Moro não saiu do governo, ele fez parte do esquema que levou Bolsonaro ao poder, foi peça chave na Lava Jato que derrubou Dilma e prendeu Lula, no maior estelionato judicial da história da república.

A esquerda tem que ficar atenta para não perder protagonismo, a ascensão do fascismo abriu muitos armários com esqueletos, e de lá saíram réplicas genéticas dos nazistas que apontavam judeus nas ruas de Berlim.

A polarização bolsominions e morominions tende a movimentar as ruas nos próximos meses. É nosso dever lembrar que Sergio Moro destruiu a indústria brasileira, é responsável direto pelo necrogoverno de aparvalhados aliados do Coronavírus.

Bolsonaro e Moro estão do lado co

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247