Bolsonaro e Guedes requentam patrimônio nacional: O sistema “self-service” dos antipatriotas

O processo de destruição do país continua em ritmo cada vez mais acelerado. O eixo Bolsonaro, Guedes e Moro, avançam e promovem um verdadeiro desmantelamento de direitos e entreguismo do país à potência imperialista norte americana

Economia e Bolsonaro: poço sem fundo
Economia e Bolsonaro: poço sem fundo (Foto: Alan Santos/PR)

Bolsonaro e Guedes requentam patrimônio nacional: O sistema “self-service” dos antipatriotas.

O processo de destruição do país continua em ritmo cada vez mais acelerado. O eixo Bolsonaro, Guedes e Moro, avançam e promovem um verdadeiro desmantelamento de direitos e entreguismo do país à potência imperialista norte americana. 

A agressão aos direitos da pessoa humana, a terceirização de serviços aliada a frouxidão das leis trabalhistas colocam trabalhadoras e trabalhadores sem qualquer proteção e ainda sob a mira da lança que leva na ponta a reforma da previdência. 

Mas, se para este governo, nossas costas parecem largas ao passeio desteaçoite insuportável, Guedes, ministro responsável pelo escravagismo de todo homem e mulher e do entreguismo do patrimônio nacional anunciou seu desejo covarde de vender todas as empresas estatais.

“O presidente está conosco na privatização. Todos os dias ele cobra: ‘Poxa, Salim, tem que vender uma por semana! Está demorando muito!'”. Detona Guedes.

Paulo Guedes prepara um verdadeiro banquete, um sistema “self-service” aos urubus neoliberais com o patrimônio público. Um crime contra a soberania, se esse plano sombrio se concretizar o Brasil assumiria literalmente a condição de Colônia.

Um cardápio atrativo para o capital estrangeiro, que a seus olhos, o Brasil se comporta como uma colônia de exploração

Em sua fala, Guedes comprova a pressa em servir o banquete às nossas custas ao sugerir a criação do Programa de Aceleração das Privatizações (PAP) e, ainda, nos dá a base ao título desse texto:

“Ao invés de levarmos as empresas privatizáveis uma a uma ao TCU, vamos pegar a lista de estatais e levar ao presidente da República. Aprovadas as que ele quer privatizar, enviaremos ao TCU e encaminharemos um projeto de lei ao Congresso para incluir a lista aprovada no programa de desestatização.”

Um sistema econômico que aponta para o fracasso do Brasil, nesse sistema "self service" ou "entreguista", se faz de prato principal nossas riquezas minerais, estatais e empresas públicas, enxugamento de direitos e reformas destrutivas que nos fazem lembrar um Brasil colônia. 

Este é o cardápio oferecido aos senhores donos dos meios de produção.
Para isso a receita é simples e cruel: 

Sucatear, a ponto de inviabilizar a prestação dos serviços públicos, ter apoio da mídia golpista para manipular a opinião pública e por fim servir de bandeja ao capital estrangeiro com a justificativa imoral de que foi a melhor opção para o país.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247