Bolsonaro mente e o povo sabe

"É o que chamamos de mitomaníaco, quando a pessoa tem vício pelas mentiras", diz o deputado Rogério Correia (PT-MG), que listou algumas mentiras de Jair Bolsonaro, ao comentar a pesquisa Datafolha que mostrou que a maioria dos brasileiros não confia na palavra presidencial

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pesquisa Datafolha divulgada hoje reveja que 43% dos brasileiros jamais confiam nas declarações de Bolsonaro e 37% dizem que confiam apenas às vezes.   

Esse levantamento apenas comprova o que temos falado: Bolsonaro mente e muito! É o que chamamos de mitomaníaco, quando a pessoa tem vício pelas mentiras.   Também difícil acreditar nas declarações lunáticas do presidente. Listamos algumas delas. Se você lembrar de outras comente aqui por favor.  

1. Óleos nas praias do Nordeste: Bolsonaro tentou tirar qualquer responsabilidade do Brasil. Primeiro, culpou a Venezuela. Como não colou, logo depois acusou o Greenpeace.  

2. Queimadas na Amazônia: Bolsonaro culpou ONGs ambientais pelas queimadas. Em seguida acusou o ator Leonardo Dicaprio. Surreal isto!  

3. Plantações de maconha nas universidades federais: Uma mentira grave para difamar a academia e justificar os ataques à educação pública.  

4. “Nunca teve ditadura no Brasil”: basta estudar um pouco de história para entender o regime extremamente autoritário que se iniciou em 1964.  

5. “O Brasil vivia no socialismo”. Um discurso que nos matou de vergonha na abertura da Assembleia Geral da ONU de tão fraco.  

6. “Diminuiu em 22% o número de mortes por arma de fogo, no meu governo”: A declaração é INSUSTENTÁVEL. Não existe nenhum dado que comprove isto e com aumento da miséria é inevitável o amento dos homicídios.  

7. “Aqui no Brasil não existe racismo”. Dizer isso em um país onde 75% dos casos de homicídios são de pessoas negras é um absurdo  

8. “Dólar alto é bom”: Não precisa ser nenhum expert em economia para saber que quanto mais alto o dólar, mais fraca está nossa própria moeda.  

9. “Cubanos do Programa Mais Médicos criaram células terroristas”: basta ir aos lugares mais pobres do Brasil para ver a gratidão do povo pelos médicos cubanos que levaram atendimento de saúde às comunidades.  

10. Fake News durante a campanha eleitoral: kit gay, mamadeiras eróticas, carro de ouro do Lulinha... enfim, foram tantas neste período que seria difícil enumerar.   

Leia mais: https://bit.ly/2PmMUwD

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247