Bolsonaro pede ao TSE censura a Datafolha

Bolsonaro alega que os questionários do instituto induzem o eleitor a responder o que o jornalão quer como resposta, ou seja, seria uma pesquisa tendenciosa

Bolsonaro alega que os questionários do instituto induzem o eleitor a responder o que o jornalão quer como resposta, ou seja, seria uma pesquisa tendenciosa
Bolsonaro alega que os questionários do instituto induzem o eleitor a responder o que o jornalão quer como resposta, ou seja, seria uma pesquisa tendenciosa (Foto: Esmael Morais)

Chegou ao TSE pedido de Jair Bolsonaro (PSL-RJ) para censurar pesquisa do Datafolha, que deverá ser divulgada nesta quarta-feira (31) pela Folha de S. Paulo.

"...requer-se a concessão da tutela de urgência, nos termos já expostos, e, no mérito, seja julgada procedente a presente representação, impedindo, em definitivo, a divulgação da pesquisa impugnada", pede o presidenciável do PSL.

Bolsonaro alega que os questionários do instituto induzem o eleitor a responder o que o jornalão quer como resposta, ou seja, seria uma pesquisa tendenciosa.

Os advogados do presidenciável afirmam que o Datafolha faz proselitismo com a reportagem da Folha sobre o aumento do patrimônio da família Bolsonaro.

"Não basta plantar a notícia falsa, é preciso confirmar sua aceitação!", escrevem os defensores do candidato do PSL.

"O DataFolha está com uma pesquisa na rua na qual tenta induzir os eleitores contra Bolsonaro. Meu palpite é que essa pesquisa vai trazer Lula com uns 40%. É jogo combinado", opinou o ex-mensaleiro Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB e pai da candidata a ministra do Trabalho Cristiane Brasil (PTB-RJ).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247