Bolsonaro quer ditadura para esconder seus podres

"Não há dúvida que a família Bolsonaro gosta de ditadura. Está no DNA, de pai para filhos", afirma Alex Solnik, do Jornalistas pela Democracia. "A julgar pela reação ao balão de ensaio golpista" do vereador Carlos Bolsonaro "podem tirar seus cavalinhos da chuva: o Brasil já passou por duas ditaduras e não quer a terceira", acrescenta

(Foto: Reprodução)

Por Alex Solnik, do Jornalistas pela Democracia

Não há dúvida que a família Bolsonaro gosta de ditadura. Está no DNA, de pai para filhos. Mas, ante o fato de que a idade deles não permite que tenham conhecido a segunda ditadura brasileira, embora ameacem trazê-la de volta, seria interessante morarem um pouco numa ditadura, para verem como é.

Uma boa dica é Filipinas, onde se sentirão em casa. O manda chuva, Rodrigo “Digong” Roa Duterte também gosta de xingar líderes mundiais (chamou o Papa Francisco de filho da puta) e não vê problema em fazer apologia do genocídio, comparando-se ao líder nazista: “Hitler matou três milhões de judeus, eu gostaria de matar os três milhões de drogados que há nesse país”.

Poderia servir como estágio para os Bolsonaro se certificarem de que gostam mesmo de ditadura, seja para mandar, seja para obedecer.

Eu desconfio, entretanto, que eles preferem a ditadura em que mandam e os outros obedecem. Querem a ditadura para poder esconder todos os seus podres, que começaram com a Val do Açaí, continuaram com Queiróz, Flávio e agora chegam a Carlos que, providencialmente, pediu licença da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Mas querer não é poder. A julgar pela reação ao balão de ensaio golpista de Carlos, repudiado pela imprensa, pela PGR, pelo presidente da Câmara, pelo presidente do Senado, pelo vice e até pelo presidente em exercício, Hamilton Mourão, podem tirar seus cavalinhos da chuva: o Brasil já passou por duas ditaduras e não quer a terceira.

Já aprendemos que nem todo louco é tirano, mas todo tirano é um louco.

Se os Bolsonaro não gostam de democracia, seria melhor mudarem definitivamente para Filipinas e nos deixarem em paz.  

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela Democracia)

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247