Boris Johnson "profundamente preocupado com Dom e Bruno"; Bolsonaro preocupado com motociata

Bolsonaro, destaca Solnik, "hoje voltou a culpar as vítimas pelo desaparecimento. No dia 11, sexto dia de buscas, participou, feliz da vida, de uma motociata"

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro, Dom Phillips e Bruno Pereira
Jair Bolsonaro, Dom Phillips e Bruno Pereira (Foto: Reprodução)


Acabei de ver uma sessão do Parlamento britânico. Que diferença em relação ao Brasil! 

Deputados e deputadas sentados ombro a ombro. Conservadores e trabalhistas lado a lado. Clima amistoso, descontraído. 

Sentado na primeira fileira da arquibancada, em meio aos deputados, o chefe da nação presta contas do seu mandato. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Deputados perguntam, intervenções rápidas e não discursos intermináveis. Perguntam sobre assuntos do dia a dia. A participação da Inglaterra na guerra. Como o primeiro-ministro vai conter a inflação. Como vai ajudar os mais pobres com o aumento do preço da energia. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Algumas perguntas são duras, mas jamais agressivas.

Boris Johnson também responde rapidamente. Não gasta mais de um minuto por pergunta. Não levanta a voz, fala com firmeza mas se permite comentários jocosos, sem grosseria. Está na cara que o debate é sobre ideias, ninguém se agride.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O “speaker”, equivalente ao nosso presidente da Câmara, comanda a sessão com leveza. Não mede tempo das intervenções. Cada deputado fala quanto quiser. Mas todos são econômicos. Ninguém faz proselitismo. Quem quer a palavra levanta e o “speaker” aponta o escolhido. Como todos falam rapidamente, muitos conseguem falar.

Não tem placar eletrônico. É tudo como antigamente. No papel e na caneta. Não tem bancada da bíblia, bancada da bala, bancada do boi.

A certa altura, Theresa May, ex-primeira-ministra, antecessora de Johnson, que voltou a ser deputada, levanta e se diz muito preocupada com a situação de Dom Philips e de Bruno Pereira no Brasil e pede que o caso seja “prioridade diplomática”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Johnson diz que “assim como todos nessa Casa estou profundamente preocupado com o que pode ter acontecido. O Ministério das Relações Exteriores está trabalhando com o governo brasileiro. Estamos prontos para providenciar todo o apoio que eles possam precisar”.

Que diferença em relação às declarações de Bolsonaro. Hoje voltou a culpar as vítimas pelo desaparecimento que já está sendo investigado como assassinato.

Bolsonaro nunca expressou preocupação com o caso.

No dia 11, sexto dia de buscas de Dom e Bruno, participou, feliz da vida, de uma motociata na Flórida.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email