Botafogo deu o tom da votação

Para bom entendedor, uma isca quer dizer faísca. Rodrigo Maia, sucessor natural de Michel Temer, sabe que a batata do presidente decorativo está assando nos meios políticos

Para bom entendedor, uma isca quer dizer faísca. Rodrigo Maia, sucessor natural de Michel Temer, sabe que a batata do presidente decorativo está assando nos meios políticos
Para bom entendedor, uma isca quer dizer faísca. Rodrigo Maia, sucessor natural de Michel Temer, sabe que a batata do presidente decorativo está assando nos meios políticos (Foto: Ricardo Fonseca)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O deputado presidenciável Rodrigo Maia, fez um discurso inflamado ontem (29), sobre a votação da próxima quarta-feira. O Botafogo da Odebrecht disse a jornalistas após encontro com o prefeito em exercício de São Paulo, Milton Leite  do DEM (presidente da Câmara Municipal paulistana) em São Paulo, entre outras  palavras, que o governo Temer está em estado terminal e só tem duas opções: Ou se salva na mesa de cirurgia, ou morre!

“Não se pode jogar com um assunto tão sério. Não votar é manter o país parado. Eu acho que é muito grave que a Câmara não tome uma decisão, que seja para aprovar ou não, aí é uma decisão de cada deputado. O que a gente não pode é deixar o paciente, no centro cirúrgico, com a barriga aberta”. disse ele, numa entrevista coletiva.

Está marcada para próxima quarta-feira (2), a votação da denúncia de corrupção passiva contra Temer e ela precisa de um quórum de 342 deputados para ser apreciada pelo plenário. Rodrigo Maia garantiu na mesma entrevista que haverá sim quórum: “Tenho certeza que haverá quórum. O quórum vai ser acima de 480 deputados”. Sendo que ao todo são 513 o numero completo de deputados exercendo o mandato até 2018.

Ele aproveitou a oportunidade para defender que não haja alteração da meta fiscal e, como todo bom político, massageou o ego do Ministro da Fazenda Henrique Meirelles:

“Defendo que a meta fiscal fique onde está. Não é correto que porque nós estamos com problema na execução da meta, que a gente ache que a solução é aumentar a meta. Todo mundo tem seu orçamento e precisa viver dentro do seu orçamento. A União também.”  

E completou: "a importância que o Brasil possa continuar nesse caminho”. Nesse caminho que na área econômica é conduzido de forma competente pelo ministro Henrique Meirelles.“  O que, hã, oi, quando ????

Para bom entendedor, uma isca quer dizer faísca. Rodrigo Maia, sucessor natural de Michel Temer, sabe que a batata do presidente decorativo está assando nos meios políticos  desde as delações da JBS e a prisão de aliados como Eduardo Cunha, Rodrigo Rocha Loures e Geddel Vieira Lima. Fora isso, existe ainda o agravante das medidas impopulares, gastos excessivos e descredibilidade geral da nação. As ruas clamam por mudanças!

De posse disso , o candidato Botafogo inflado pela Rede Globo,  foi eleito deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro com apenas 53. 157 votos em 2014.  E agora com esse cenário, vê a possibilidade de se tornar o mais novo Presidente da República (após Collor que tinha 40 anos na época), com apenas 47 anos de idade.

Michel Temer apesar das manobras na CCJ para substituir deputados e compra-los com polpudas emendas e cargos no governo federal (o que lhe deu uma pequena vitória), agora parece que não está mas tão tranquilo assim. O motivo é que muitos dos que votaram a favor de sua permanecia lá, parece que agora – misteriosamente -  mudaram de opinião. 

Todos sabem que há uma grande movimentação de bastidores para retirá-lo do poder e guindar o atual Presidente da Câmara federal para a República Federativa do Brasil. Quem viver verá o desfecho tragicômico desse golpe, dentro do outro golpe. E o salário juntamente com a  economia desse país – Óhhh! 

Na minha vã filosofia e meticulosa análise política, trocar Temer por Maia nessa altura do campeonato, é o mesmo trocar que seis por meia dúzia. #DiretasJá 

Ricardo Fonseca é Publicitário, Jornalista, Editor do Propagando, Colunista do Brasil 247 e Divulgador das causas midiáticas.               

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247