Brasil precisa de Lula ministro hoje

 Ninguém além de Lula será capazes de promover a necessária reconciliação, evitar conflitos nas ruas entre grupos que se enfrentam para além da divergência saudável, pois vivemos hoje a mercê dos semeadores da discórdia e do ódio

05/03/2016- São Bernardo do Campo- SP, Brasil- Ex- presidente Lula cumprimenta manifestantes, concentrados em frente ao prédio onde mora em São Bernardo do Campo. Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula
05/03/2016- São Bernardo do Campo- SP, Brasil- Ex- presidente Lula cumprimenta manifestantes, concentrados em frente ao prédio onde mora em São Bernardo do Campo. Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula (Foto: Pedro Maciel)

O Brasil precisa de Lula de volta ao Executivo, hoje como Ministro e num futuro próximo como Presidente da República. Por quê? Porque há enorme risco de que as conquistas sociais conseguidas para os mais vulneráveis de nosso país, graças a políticas de inclusão social produtiva, sejam anuladas ou se perderem; porque a lógica macroeconomia dos grupos neoliberais nacionais e internacionais pode levar ao poder aqueles para quem as grandes maiorias são irrelevantes, aqueles que falam pelo mercado e para o mercado; porque o país precisa de uma liderança politica capaz de ouvir e respeitar, falar e ser respeitado.

E também porque o projeto de desenvolvimento econômico e social não é mais do PT ou de seus aliados, é do povo brasileiro e todos aqueles que têm responsabilidade republicana e espirito democrático devem reconhecer essa verdade. O PT, seus dirigentes e seus quadros devem reconhecer que é tempo de autocritica, pacificação e reconciliação nacional, é tempo de um pouco de humildade, pois ao lançarem suas pérolas aos porcos fragilizando o maior líder popular da História do Brasil e um dos maiores do mundo.

Por essas e outras sou da opinião que Lula deve assumir hoje uma posição de ministro, está em jogo o interesse da nação. Ninguém além de Lula será capazes de promover a necessária reconciliação, evitar conflitos nas ruas entre grupos que se enfrentam para além da divergência saudável, pois vivemos hoje a mercê dos semeadores da discórdia e do ódio.

A nação deveria estar comemorando a independência das Policias, do Ministério Público e do Judiciário, independência conquistada através do processo democrático e aprofundada nos governos de Lula e de Dilma, mas a opinião pública está pautada por uma imprensa que semeia ventos e pessimismo e ajudou grandemente os representantes da direita antidemocrática a "colocarem as asinhas de fora".

Não se trata de "fugir" de Moro, ou de aloprados como o Promotor Cassio Conserino, pois como disse o Ministro Marco Aurélio é equivocada a impressão de que o STF seria "benévolo" com Lula, que passa a ter foro privilegiado se aceitar comandar um ministério.

Evidentemente não se tem apenas a observância da lei lá no juízo do Paraná, ao contrário, lá a lei é uma possibilidade, pois há quem diga que nem sempre é observada e, creio, o Supremo é o guarda maior da Constituição e, portanto, da legalidade. O Ministro também rejeitou a tese, defendida pela parcela histérica da oposição, de que a nomeação de Lula seria obstrução à Justiça, afinal a denuncia contra Lula sequer foi aceita, noutras palavras: LULA NÃO É RÉU.

Tenho certeza que Lula à frente da condução da negociação política trará segurança e paz institucional, estaremos seguros de que nessa tarefa estará alguém com autoridade e força de convencimento, ajudará a conduzir a uma solução política e social que salve a nossa democracia e garanta a continuidade das politicas sociais humanizadoras e retomar o caminho do necessário crescimento econômico.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Monte Roraima
Ricardo Almeida

O despertar de Makunaima

É comum encontrar pessoas que sequer pararam para pensar que Nuestra América, por exemplo, não é somente latina... Quanto tempo será que levarão para compreender o verdadeiro espírito de...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247