Candidato de Lula pode vencer no 1º turno

A decisão de prender o ex-presidente, por pior que seja para a democracia, pode libertar o Brasil da malta golpista que usurpou o poder em 2016, impondo à mídia a QUINTA derrota consecutiva nas últimas cinco eleições presidenciais

www.brasil247.com - Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo 24/01/2018 REUTERS/Leonardo Benassatto
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo 24/01/2018 REUTERS/Leonardo Benassatto (Foto: Eduardo Guimarães)


Mais um dia de infâmia para a memória nacional. A terceira corte de Justiça consecutiva se dobra às pressões do mercado e da mídia e atua, em velocidade jamais vista no Judiciário brasileiro, para efetivar a prisão de Lula a tempo de influir na eleição.

Todavia, pesquisas mostram que a decisão de prender o ex-presidente, por pior que seja para a democracia, pode libertar o Brasil da malta golpista que usurpou o poder em 2016, impondo à mídia a QUINTA derrota consecutiva nas últimas cinco eleições presidenciais.

Definitivamente, a mídia golpista e a aristocracia frívola e insensível que parasita o Poder Judiciário não entendem mesmo o povo brasileiro, de modo que fizeram uma aposta na anulação física de Lula para governar o país achando que o homem Luiz Inácio Lula da Silva é a raiz do lulismo, quando, na verdade, Lula é uma forma de pensar, de ver o Brasil e o mundo.

Não é por outra razão que a ofensiva travada nos últimos dias para prender o ex-presidente já se configura inútil para os fins que foi pensada, ou seja, de favorecer a volta do PSDB ao poder, razão pela qual a mídia não ataca tucanos e o Judiciário não os condena nem sob fartura de provas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nas últimas semanas, duas pesquisas demonstraram que o candidato indicado por Lula tem potencial claro de 42% a 44% das intenções de voto, entre os que votam com certeza e os que poderiam votar no ex-presidente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia o artigo na íntegra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email