Carga pesada

O papel dos progressistas, hoje, não é pongar na traseira do caminhão, é pedir uma carona, se sentar na boleia e trocar uma ideia com esses caras

Carga pesada
Carga pesada (Foto: REUTERS/Ricardo Moraes)

não há nada mais perigoso que pegar rabeira em caminhão. 
 
faço esse alerta às centrais sindicais, não ponguem nessa, senhores, pongar é um verbo que deve ser evitado.
 
ah, mas os caminhões tão parados... 
 
tão parados, mas estão em movimento e sabemos onde vai dar essa movimentação.
 
outrora esses paradistas apoiaram um golpe, ajudaram o país a entrar nessa desordem em que se encontra e estão, agora, pelas rodovias limpando a própria merda que fizeram. 
 
e oh, um caminhoneiro morreu ao levar uma pedrada dos colegas de categoria ao furar um bloqueio, perdeu o controle e capotou.
 
é bom dar uma boa olhada no que vem escrito no para-choque destes caminhões, é um espetáculo de desinformação, midiotia e analfabetismo político.
 
e na boleia tem paneleiros com camisa da CBF.
 
o papel dos progressistas, hoje, não é pongar na traseira do caminhão, é pedir uma carona, se sentar na boleia e trocar uma ideia com esses caras.
 
eles estão entregues a própria sorte.
 
exercem uma profissão de alto risco, dirigem por estradas em frangalhos e pagam um preço altíssimo pela manutenção dos caminhões.
 
longe de casa e da família, sofrem com o estresse e a depressão.
 
su submetem a turnos exaustivos, para conseguirem trazer algum pra casa.
 
 o cansaço pode ser fatal, o que coloca em risco suas vidas e a dos demais motoristas ao longo do caminho.
 
perdem noites de sono e turbinam a mente para se manterem despertos.
 
tomam rebites, super doses de café ou cheiram cocaína.
 
solitários, têm como companheiros eventuais prostitutas, hippies sujos e mochileiros em geral.
 
conduzindo cargas valiosas, muitos são vítimas de assalto, ficam sob a mira de armas e podem perder a vida.
 
embora exerçam uma profissão perigosa e estratégica, são mal remunerados.
 
e o mais grave, passam o dia ouvindo sertanejo,  CBN e Jovem Pan. 
 
são massacrados pela desinformação e, tendem, como é comum nesses casos, não terem consciência de classe.
 
estarão ao lado dos patrões contra os seus iguais se a situação o exigir.
 
é hora de mudar a sintonia do rádio desses cabras.
 
tá na hora de botar aquele trompetista olê, olá pra tocar.
 
mas para isso, ao invés de pegar o caminhão andando e pongar na traseira, como um moleque de beira de estrada, é melhor esperar no posto e pedir uma carona.
 
é conversando que a gente se entende.
 
palavras sapienciais.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247