Carta aberta ao acampamento Marisa Letícia

Vocês estão no epicentro da história. Seus filhos dirão com emoção e orgulho que seus pais fizeram a resistência em um acampamento após do golpe na pátria. Seus netos vão lembrar de vocês com carinho por essa resistência histórica ...

acampamento
acampamento (Foto: Guillermo Gomez)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Quero começar esta carta com as palavras do escritor argentino Arturo Jauretche: "Ignoram que a multidão não odeia, odeia minorias, porque conquistar direitos causa alegria, enquanto perder privilégios provoca ressentimento."

Eu sei que a mídia contaminou a cabeça de grande parte dos brasileiros que não têm formação política. Aqueles que seguem como uma facção o que diz a Globo.

Mas vivi a prosperidade da presidência de Lula e ninguém pode mudar o que testemunhei, o que vi com meus olhos, o que apalpei com minhas mãos.

Eu não sou um analfabeto político. Por isso não me agrupo (como outros metidos a burgueses) a odiar a que mal entendem, o que não conhecem. Não entro na turma da traição, só porque um grupo de agiotas quer sugar o sangue do Brasil.

Vivemos em tempos de épicas grandezas e medíocres misérias na América Latina. Nossa frágil espécie surgiu no Brasil para ser notícia no mundo, para mostrar o melhor e o pior de nossa natureza.

Estamos passando por tempos sombrios e infelizes, de grande decadência institucional e fingimento moral.

As grandes traições ocorreram no Congresso por dinheiro estrangeiro, o golpe com cheiro a petróleo se deu no coração do Brasil.

Sofremos um golpe de Estado e o sistema judicial foi degradado, para ser reciclado e reutilizado como uma mera ferramenta de perseguição política.

Quando todas as instituições estão corrompidas, quando a pátria é entregue ao especulador estrangeiro, a esperança se refugia em pessoas altruístas como vocês.

É por isso que vocês são nossa maior esperança, mas não só para o Brasil, mas para todos os homens do bem que habitam na terra.

Enquanto lutamos, covardes e sanguinários abutres planejam no céu, esperando vê-lo morrer politicamente a Lula. Sua vigia no acampamento tem uma projeção histórica, sua missão é exemplar, tem o tamanho das épicas ações.

Vocês estão no epicentro da história. Seus filhos dirão com emoção e orgulho que seus pais fizeram a resistência em um acampamento após do golpe na pátria. Seus netos vão lembrar de vocês com carinho por essa resistência histórica ...

Aquele território que você engrandecem com a sua presença, será no futuro um lugar escolhido para construir monumentos relembrando esses tristes tempos.

Os turistas vão querer tirar fotos no local, e todos os homens livres do mundo vão querer levar uma lembrança de lá.

Este modesto argentino lês envia um afetuoso abraço desde Salvador, Bahia. Espero que a vida me dê um momento de vitória com vocês, pois você já possui um grande lugar na história mundial.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247