Carta aberta ao presidente Jair Bolsonaro

Se é que tem um mínimo de integridade – para não dizer vergonha na cara! – deveria renunciar ao posto e admitir que V. Ex.a é incompetente para assumir esse cargo

(Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ ABR)

Exmo. Sr. Presidente da República (De Bananas?)

Começo está carta aberta com o nível de educação que tive, mesmo sabendo que V. Ex.a não é merecedora da mesma, dado seus comportamentos e falas bestializadas, que mostram seu destempero enquanto pessoa e suicídio verbal para ser considerado o presidente de nossa nação. Tentarei, portanto, honrar minha educação e manter o nível.

Por incrível que pareça, confesso que é difícil acreditar que neste posto que hoje ocupa, já tivemos grandes nomes como Luiz Inácio LULA da Silva, respeitado e reconhecido mundialmente como um Estadista, e hoje somos obrigados a suportá-lo e ver a imagem do Brasil sendo difamada e menosprezada – parece um pesadelo todo esse tempo obscuro e de retrocesso que vivemos.

As políticas que elevaram o Brasil a ser respeitado, sendo a 6ª maior nação do mundo, estão sendo descartadas por pura sandice e ódio. Enquanto ambientalista, biólogo e professor, não poderia deixar de registrar aqui minha indignação para com o tratamento dado por V. Ex.a  ao ambiente. Além disso, enquanto cidadão brasileiro, não estou apenas desgostoso, mas revoltado com suas atitudes. E o preço disso virá cedo ou tarde. Sanções econômicas e boicotes internacionais piorarão ainda mais a já fatídica economia – oficialmente, já estamos em recessão técnica, não se esqueça!

Com suas falas catastróficas e ignorantes – no sentido literal das palavras – conseguiu colocar o Brasil no centro das atenções, mas ao contrário do que LULA fez, agora de forma extremamente negativa e preocupante, a ponto de líderes mundiais se pronunciarem e mostrarem preocupação com o “ecocídio ambiental e o suicídio bolsonarista do Brasil”.

É ultrajante a imagem que está passando ao mundo. Ainda se fosse apenas a do senhor e de seu clã de milicianos e laranjais, não me importaria – afinal, quem nasceu com falta de educação, dificilmente se esforça para ser uma pessoa melhor. No entanto, esquece-se que não fala apenas por vocês, Bolsonaros, mas por milhões de brasileiros e brasileiras (desde verdadeiros nacionalistas, até seus eleitores – analfabetos políticos – que foram bovinamente enganados e manipulados a acreditar em sua "Nova política ", mas que agora parecem acreditar em tudo que prevíamos, mas fomos taxados de “esquerdistas/comunistas”).

Permita-me uma analogia que fará V. Ex.a  entender seu (des)governo: atua como uma carreta desgovernada em um declive, ignora fatos e faz o que bem entender, desprezando quaisquer consequências ao Brasil. Ou seja, revela-se um sujeito despreparado para todas as nações mundiais.

Mais uma vez faço uma confissão: não sei se V. Ex.a  é realmente desprovido de inteligência, ou se age propositadamente assim. Afinal, parece usar de táticas típica de um regime autoritário e antidemocrático, impondo suas regras e suas próprias leis. Por sinal, parte de suas bravatas em campanha condenava justamente isso – quanta incoerência, não é mesmo?

Foi assim com o diretor do INPE, que denunciava o avanço do agronegócio via queimadas e desmatamentos e, como ia contra os interesses do capital, foi exonerado e trocado por alguém alinhado com essa barbárie, que hoje mobiliza o mundo pare que seja contida. Em 8 meses de sua fatídica gestão, o patrimônio mundial chamado Floresta Amazônica, cuja maior área está no Brasil, sofre com aumento de 83% nos pontos de queimadas.

E a prova de que V. Ex.a  é conivente com isso, são os dados divulgados recentemente mostrando que áreas com incidência de queimadas na Amazônia apresentam correlação direta com áreas de desmatamento, contrariando a ideia absurda de que os incêndios são naturais – ou, como mesmo disse, causado por ONGs ambientais! Ainda de acordo com dados científicos – de verdadeiros pesquisadores, e não de oportunistas como seu guru Olavo de Carvalho – da área total desmatada entre agosto de 2018 julho deste ano, 59% fica no Pará, com o agravante de que grande parte das terras atingidas (71%) são federais. E um dos motivos para que isso acontecesse foi justamente a retirada do superintendente do IBAMA deste local, desde o início de seu mandato, inviabilizando/impossibilitando uma ação contrária às queimadas.

Acredito que nem preciso detalhar os ataques que fez ao Fundo da Amazônia, tentando desmoralizar países como Alemanha e Noruega, certo?

Admita, Sr. Presidente (para alguns, agora BolsoNero): articulou tudo isso para permitir o fogo para limpar área, ocupar, explorar e até mesmo difundir ainda mais o extrativismo do agronegócio.

Infelizmente seus atos nefastos não param por aí. Utilizando-se do recurso nazista do “blitzkrieg”, age diariamente com discursos e atitudes que impedem até mesmo um tempo de reação de forma organizada. Corte de direitos da população, crimes lesa-pátria, entreguismo, privatizações, aparelhamento do Estado, nepotismo, crimes de responsabilidade, guerra comercial e troca de farpas com parceiros comerciais.

Fico a me perguntar: que "nacionalismo" é esse que defendeu sob o falacioso marketing "Brasil acima de tudo", que regeu sua campanha – comprovada é igualmente baseada em Fake News – mas que agora entrega nossos bens ao capital estrangeiro, e mostra-se submisso até mesmo aos EUA? Que raio de patriota o Senhor é ao permitir crimes ambientais, seja com incêndios propositadamente ocasionados em áreas de desmatamento, seja com a liberação indiscriminada de agroTÓXICOS, com o objetivo de favorecer o agronegócio, que por sinal, já é alvo de revisão pela maneira a qual degrada o ambiente? O tal “Mito” não passa de um “MiNto”.

Se é que tem um mínimo de integridade – para não dizer vergonha na cara! – deveria renunciar ao posto e admitir que V. Ex.a  é incompetente para assumir esse cargo.

Atenciosamente,

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247