Carta aberta aos deputados sobre a besta jurídica

Entro em contato com vossas excelências na qualidade de cidadão indignado, que pensa ser este governo péssimo, mas ao mesmo tempo estando preocupadíssimo com o Estado de Direito neste país

Dada a gravidade do momento e a necessidade imperiosa de posicionamento enérgico das forças democráticas deste país, segue abaixo e-mail que acabo de enviar a diversos deputados. Nele expresso minhas enormes preocupações com o Estado de Direito (ainda se pode falar nisso?) no Brasil.

Senhores deputados,

Entro em contato com vossas excelências na qualidade de cidadão indignado, que pensa ser este governo péssimo, mas ao mesmo tempo estando preocupadíssimo com o Estado de Direito neste país. Vossas excelências devem estar recebendo enormes pressões de todos os cantos, outros talvez vislumbrem a possibilidade de ascensão com a queda deste péssimo governo, porém, lhes pergunto respeitosamente: A que custo?

Hoje vemos neste país um juiz de primeira instância alçado à condição de imperador, com poder de mandar e desmandar, escolher quais leis devem ser seguidas e quais não, estando numa primeira instância tão abarrotada de poder ilegítimo que podemos afirmar que sua jurisdição se estende até onde bem entender, desde que conjunto a isto se tenha massivo apoio dos meios de comunicação.

Apelo ao bom senso e compromisso com o Estado de Direito de vossas excelências. Será que depois desta virada de mesa em que um juiz de primeira instância grampeia Deus e o mundo e em conluio com a imprensa pratica julgamentos sumaríssimos via Jornal Nacional, a integridade e a liberdade dos cidadãos permanecerá garantida? Quem será o próximo a ser devassado? Será que seus telefones também não estão sendo ouvidos? Imaginem se algum de vossas excelências cai no desagrado destas autoridades... Que fariam elas? Garantiriam a ampla defesa ou considerariam vossas excelências culpados de antemão?

Esta besta imprevisível foi solta e ela, por enquanto, atua favoravelmente a alguns de vossas excelências. Mas até quando? Depois que aberta a porteira e admitida a legalidade de grampos escandalosamente ilegais, quais serão as garantias de vossas excelências? E as do cidadão comum?

O momento é seríssimo e exige reação energética à tirania da 13ª Vara comandada pelo juiz Sergio Moro, cujo poder ninguém sabe de onde veio, e ninguém sabe quem poderá deter. Vale a pena um governo "livre de corrupção" submetido aos desígnios de um juiz megalomaníaco, messianista e desprovido de limites? Tenho certeza que esta besta autoritária cobrará caro mesmo daqueles que julgaram ver nela um aliado. A História demonstrou isso inúmeras vezes.

Saudações respeitosas de um cidadão assustado e preocupado com o futuro deste grande país.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247