Chico Buarque é p..a, v…o, cafetão, machista, adúltero…

São, no mínimo, idiotas nas mãos dos que criam picuinhas enquanto a banda do Chico Buarque passa para esquecermos deste tempo, página infeliz da nossa história, quando dorme a nossa pátria mãe tão distraída, sem perceber que é subtraída em tenebrosas transações

São, no mínimo, idiotas nas mãos dos que criam picuinhas enquanto a banda do Chico Buarque passa para esquecermos deste tempo, página infeliz da nossa história, quando dorme a nossa pátria mãe tão distraída, sem perceber que é subtraída em tenebrosas transações
São, no mínimo, idiotas nas mãos dos que criam picuinhas enquanto a banda do Chico Buarque passa para esquecermos deste tempo, página infeliz da nossa história, quando dorme a nossa pátria mãe tão distraída, sem perceber que é subtraída em tenebrosas transações (Foto: Washington Luiz de Araújo)

Pra começar, não estou aqui para ser isca para o Zukermann, por isso não vou escrever no título que Chico Buarque é puta, viado, além das outras coisas que estão escritas acima com todas as letras. Não quero ser pego pela orelha, pelo dono do Facebook, e colocado em escanteio. O coxinha pode me entregar: "olha só o que ele escreveu, Zuck..." Depois, vou conversar com quem? Dito isso, afirmo que, pela opinião publicada dos coxinhas, Chico Buarque é isso e muito mais.

Sim, ele é puta, pois dá pra todo mundo, maldito Chico. E se caso o quiseres, ele é "dessas mulheres que só dizem sim, por uma coisa à toa uma noitada boa, um cinema, um botequim".

É viadaço, o Chico. Sempre pelo pensamento (?) dos coxinhas. Pois não é ele que se traveste de mulher em suas músicas e canta: "O meu amor tem um jeito manso que é só seu. E que me deixa louca, quando me beija a boca, a minha pele toda fica arrepiada e me beija com calma e fundo até minh'alma se sentir beijada. Ai....."

É cafetão, este Chico. Destes que saem por aí vendendo mulheres a torto e a direito. Duvidam? Não é ele que canta a vida do rufião Duran na Ópera do Malandro? Então...

Chico é adúltero, sai traindo por aí e ainda tem a cara de pau de culpar a mulher por ter traído. "Te perdoo porque choras quando eu choro de rir, te perdoo por te trair".

Sim o Chico, reafirma que gosta de colocar um galho nas cabeças. Sagazes coxinhas, têm alardeado isso e apresentam provas, ao contrário do Moro e Dalagnol. Vejam só o que ele, o safado do Chico disse mais recentemente: "Quando teu coração suplicar, ou quando teu capricho exigir, largo mulher e filho e de joelhos vou te seguir". Que absurdo, só faltou falar que ia para Cuba com a mulher amada, abandonando o lar recatado.

Como disse o Américo Vermelho (é sobrenome de verdade, coxinhas!) as senhoras de Santana, recatadas, pudicas, puritanas; os fofoqueiros de Facebook, os bobocas do Leblon e da Paulista lembram aquelas aquelas velhinhas de antigamente que batiam em atores nas ruas, confundindo-os com os vilões das novelas que eles encarnavam. Só lembram, pois os futriqueiros de hoje nada têm da ingenuidade original daquelas senhorinhas.

São, no mínimo, idiotas nas mãos dos que criam picuinhas enquanto a banda do Chico Buarque passa para esquecermos deste tempo, página infeliz da nossa história, quando dorme a nossa pátria mãe tão distraída, sem perceber que é subtraída em tenebrosas transações.

E um conselho, coxinha, que lhe dou de graça: inútil dormir, que a burrice não passa. Não é por estar na sua presença, meu prezado rapaz, mas você vai mal, mas vai mal demais. E pra todo o pessoal, adeus!

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247