Cinismo: Temer quer aposentadoria integral somente para quem contribuir por 50 anos

Justo ele, que se aposentou aos 55 anos

Presidente Michel Temer. 15/12/2016. REUTERS/Adriano Machado
Presidente Michel Temer. 15/12/2016. REUTERS/Adriano Machado (Foto: Chico Vigilante)

Nessa terça-feira, 21 de fevereiro 2017, o presidente golpista Michel Temer, que chegou ao poder sem nenhum voto, tentou explicar a reforma da previdência que pretende fazer na Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa a questão.

A proposta deste presidente ilegítimo traz uma fórmula na qual apenas terá direito a 100% da aposentadoria aqueles cidadãos que contribuírem com o INSS durante 50 anos. Bom, como a expectativa de vida do brasileiro é de 75 anos, quase ninguém conseguirá desfrutar de uma aposentadoria integral.

O texto estabelece que o cidadão que se aposente com 65 anos e tenha contribuído por pelo menos 25 anos terá direito a receber 76% da aposentadoria. Outro exemplo, caso um cidadão tenha começado a trabalhar com 20 anos de idade e contribua pelo período de 45 anos, terá 96% de aposentadoria.

Outro aspecto gravíssimo dessa reforma insana é a aposentadoria dos trabalhadores rurais. De acordo com a proposta do golpista, somente terão direito a aposentadoria aqueles trabalhadores que contribuírem com o INSS.

Essa proposta é de um cinismo tão absurdo porque parte justamente de alguém que se aposentou aos 55 anos de idade e recebe, em valores atuais, uma aposentadoria de R$ 30 mil. Esse alguém é o próprio Michel Temer.

É a segunda fase do golpe. Só que agora estão mirando a classe trabalhadora brasileira com este verdadeiro crime que estão cometendo contra a aposentadoria e a previdência.

Por isso, é chegada a hora de dar um basta e tirar esse golpista irresponsável e sem-noção do Palácio do Planalto antes que ele destrua por completo as empresas nacionais e desgrace, de uma vez por todas, com a economia brasileira e com a expectativa dos brasileiros em um futuro decente.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247