Com golpe, 4,3 milhões de famílias brasileiras voltam às classes D e E

Essa é a prova de que o golpe foi realizado para entregar nossas riquezas às empresas transnacionais, mesmo que para tal, a grande parcela da população brasileira tenha que empobrecer ainda mais

PLATA1 - ES - 15/07/2010 - PLATAFORMA/PRE-SAL - ECONOMIA OE JT - Plataforma FPSO Capixaba, que trabalha na produção do pré-sal, no Campo Baleia Franca, no litoral do Espírito Santo. Foto: MARCOS DE PAULA/AGENCIA ESTADO/AE
PLATA1 - ES - 15/07/2010 - PLATAFORMA/PRE-SAL - ECONOMIA OE JT - Plataforma FPSO Capixaba, que trabalha na produção do pré-sal, no Campo Baleia Franca, no litoral do Espírito Santo. Foto: MARCOS DE PAULA/AGENCIA ESTADO/AE (Foto: Chico Vigilante)

Matéria da imprensa publicada hoje mostra que o golpe parlamentar-midiático, chefiado pelo senhor Aécio Neves e comandado pelo golpista Michel Temer, devolveu 4,3 milhões de famílias às classes D e E nos últimos dois anos. O Brasil retorna a ter mais de 56,5% dos domicílios nas classes D e E.

Essa é a prova de que o golpe foi realizado para entregar nossas riquezas às empresas transnacionais, mesmo que para tal, a grande parcela da população brasileira tenha que empobrecer ainda mais.

Durante 2015, os golpistas provocaram a maior depressão econômica da história. Em dois anos, impediram a governabilidade do país para poder sedimentar o golpe, que veio em 2016. Nesse período de caos econômico e financeiro, a Classe C perdeu 670 mil integrantes e 1,2 milhões de pessoas migraram da Classe B para a Classe C.

Foi um duro golpe que atingiu a classe média brasileira. Atingindo, justamente, as classes menos favorecidas que vivenciaram uma marcha de ascensão durante os governos do presidente Lula e da presidenta Dilma Rousseff. Lembremos que, em oito anos de Lula e quatro de Dilma – período com o mínimo de governabilidade – houve crescimento da classe média, fortalecimento das classes mais baixas e a consequente diminuição da pobreza no país.

Com o golpe e a quebra da economia nacional, milhões de famílias voltaram à miséria e, sabe-se lá, quantas pessoas morrerão de fome. É lamentável que tudo isso tenha acontecido.

O que indigna mais é que os articuladores do golpe continuarão impunes. Aécio Neves está livre, circulando impunemente, atolado de citações nas delações da Operação Lava Jato. O golpista Michel Temer continua a receber as suas aposentadorias milionárias.

Apenas em um país como o Brasil é possível acontecer algo tão grave. Talvez, agora, a sociedade possa começar a entender o que, de fato, aconteceu com o golpe.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247