Como se retira as supostas extrema esquerda e extrema direita do páreo

www.brasil247.com -
(Foto: Adriano Machado/Reuters)


Vamos falar sério, a diferença entre Mourão, outros generais e Dória em relação a Bolsonaro está somente na capacidade dos primeiros esconder seus desejos mais ocultos da entrega de todas as riquezas nacionais para o capital internacional e a compra de uma casa na Flórida para gastar suas comissões nas vendas, logo não nos enganemos com a substituição do Bolsonaro por Mourão até o fim do seu período de governo e com a eleição de um general “progressista” ou um Dória da vida em 2022. Mas alguém pode achar que isso é impossível, pois a posição de Lula nas pesquisas é muito favorável, entretanto essa última hipótese é que haverá eleições limpas e honestas em 2022. A pergunta que deveria ser feita é como poderá ser feito isso, ou seja, a retirada de uma suposta extrema-esquerda (Lula) e uma real extrema-direita para essa última ser substituída por uma extrema-direita que saiba comer com todos os talheres, mas vamos a fórmula mágica que poderá ser feita nesse 7 de setembro ou mais adiante. 

A solução é simples, na presença de manifestações dos dois lados em quaisquer locais se contrata alguns atiradores de elite e coloca-os em posição de atingir um grupo de manifestantes, de preferência os de extrema-direita e acerta-se alguns deles. Com a revolta natural, promove-se um ataque desse grupo ao outro, onde terão alguns infiltrados que reagirão ao ataque, com isso fica claro que tanto um grupo como o outro ficarão taxados de extremistas e terroristas perigosos. 

Após esse incidente, os nossos representantes do centrão votarão uma lei para a interdição de partidos extremistas, que será definido por um tribunal superior, por exemplo do TSE ou outro. Caça-se os mandatos de todos os partidos de “extrema” e as eleições ficam uma via aberta para a “terceira via”. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pode acontecer isso? Poder pode, mas se ocorrerá só o tempo dirá. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email