Criminosos, sim

Motoristas que bebem, dirigem em alta velocidade e cometem imprudências como ultrapassar sinal fechado, cortar outros veículos e trafegar no acostamento ou na contramão são criminosos

Uma juíza boazinha, respaldada por um promotor mais bonzinho ainda, mandou libertar o motorista de 27 anos que atropelou 12 pessoas em Sorocaba, matando seis. A juíza considerou que, mesmo dirigindo bêbado e em alta velocidade, o motorista não tinha intenção de matar as pessoas.

Felizmente, em Brasília, desembargadores mais conscientes de seu papel do que a juíza boazinha mantiveram a prisão preventiva do motorista de 45 anos que atropelou oito pessoas e matou duas, ao tentar uma ultrapassagem pelo acostamento. O motorista também estava bêbado e em alta velocidade.

Deputados e senadores deveriam deixar de lado as picuinhas eleitoreiras em que estão envolvidos e aprovar com urgência uma legislação que não precisa ser complicada: basta estabelecer que quem matar alguém dirigindo em alta velocidade teve a intenção de matar. E estar bêbado ao volante é um agravante.

Motoristas que bebem, dirigem em alta velocidade e cometem imprudências como ultrapassar sinal fechado, cortar outros veículos e trafegar no acostamento ou na contramão são criminosos.

Mesmo condenados, esses criminosos ainda passarão muitos anos em liberdade, aguardando o trânsito em julgado. E depois, se mantidas as condenações, estarão livres cumprindo um sexto da pena.

Legisladores brasileiros também são bonzinhos com criminosos. Talvez por uma questão de solidariedade.

O Brasil 247 quer a sua ajuda para tomar decisões importantes. Participe da pesquisa

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247