D. Paulo Evaristo Arns recebe homenagem em Portugal

"No próximo sábado, dia 23, o cardeal brasileiro, D. Paulo Evaristo Arns, será lembrado e homenageado na Escola Secundária de Felgueiras, distrito do Porto, em Portugal", relata Denise Assis, do Jornalistas pela Democracia. "O evento marcará por lá a estreia do documentário "Coragem! As muitas vidas do cardeal D. Paulo Evaristo Arns", de Ricardo Carvalho"

D. Paulo Evaristo Arns
D. Paulo Evaristo Arns

Por Denise Assis, para o Jornalistas pela Democracia

No próximo sábado, dia 23, o cardeal brasileiro, D. Paulo Evaristo Arns, será lembrado e homenageado na Escola Secundária de Felgueiras, distrito do Porto, em Portugal. O evento marcará por lá a estreia do documentário "Coragem! As muitas vidas do cardeal D. Paulo Evaristo Arns", de Ricardo Carvalho, abordando as ações do cardeal no combate à ditadura civil-militar (1964-1985) no Brasil.

Na ocasião, será também lançado o livro “D. Paulo Evaristo Arns – Um homem amadoe perseguido”, de Evanize Sydom e Marilda Ferri.

O historiador mais conhecido de Portugal, José Pacheco Pereira, e o bispo emérito dasForças Armadas portuguesas, D. Januário Torgal Ferreira, darão palestra sobre a temática “Dom Paulo e a ditadura”.

A iniciativa tem o apoio institucional de cerca de 20 entidades, entre as quais aAssociação José Afonso e do PEN Clube Português.

Vale lembrar que José Afonso (1929-1987), – mais conhecido por Zeca Afonso – é oemblemático cantor, poeta e compositor de canções de protesto contra a ditadura portuguesa (1926-1974) e de Grândola Vila Morena, que serviu de contrassenha no 25 de Abril de 1974, e devolveu a democracia aos portugueses. É o autor da canção Alípio de Freitas (1976), em que denuncia a prisão e a tortura do ex-padre português no Brasil, que dá título à música. Além das composições de resistência, Zeca Afonso é autor de belas melodias, com temas tradicionais do cancioneiro português.

A atividade faz parte do “Festival Balada do Outono”, que teve início em 5 de outubro.O festival é organizado pelo movimento cultural Tertúlias Itinerantes (sem fins lucrativos e com entradas livres) fundado pelo José Carlos Pereira (escritor e jornalista) e do qual também fazem parte Lília de Castro e Costa (arquiteta), Gonçalo Magalhães (Ciências Sociais) e Cristiana José Rodrigues (atriz).

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247