“De Volta para o Futuro na Política”

Como o jovem Marty McFly em seus 3 filmes da saga "De volta para o Futuro" nos mostra muito bem, não precisamos ir ao futuro para mudar o nosso presente

Como o jovem Marty McFly em seus 3 filmes da saga "De volta para o Futuro" nos mostra muito bem, não precisamos ir ao futuro para mudar o nosso presente
Como o jovem Marty McFly em seus 3 filmes da saga "De volta para o Futuro" nos mostra muito bem, não precisamos ir ao futuro para mudar o nosso presente (Foto: Ricardo Fonseca)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Há exatamente 30 anos, a saga "De Volta para o Futuro" lotava as salas de cinema do mundo inteiro, mostrando como seria o promissor dia 21 de outubro de 2015. Sapatos que se amarram sozinhos, skates voadores, TVs de tela plana, tablets e um DeLorean que atingia a velocidade do som e se transformava numa fantástica máquina do tempo. Isso está estampado hoje (21) em todos os veículos de comunicação de massa no planeta.

O que pouca gente se lembra é que, em 1985, fatos tão importantes quanto os mostrados na tela grande marcaram as nossas vidas não só no Brasil, mas no mundo inteiro. Vejamos:

1 - O Brasil abandona o regime militar, elege Tancredo Neves, o primeiro presidente da República civil pós-ditadura (que ganhou, mas não levou). Na sequência o maranhense de Pinheiro José Sarney assume.

2 - O México sofria o pior terremoto de sua história: 8.1 na escala Richter, em que 9.500 pessoas morreram, 30 mil ficaram feridas e 10 mil foram desalojadas.

3 - Foi encontrado em Embu das Artes, em São Paulo, as ossadas do "Anjo da Morte" Josef Menguele, médico que servia Hitler nos campos de concentração de Auschwitz, onde dizimou centenas de vidas com suas experiências pavorosas.

4 - Astro da Operação Lava Jato, o hoje juiz todo-poderoso Sérgio Moro tinha apenas 13 anos de idade. Um garotinho que nem imaginava que 30 anos mais tarde iria prejudicar tanto (apenas) um partido político, em detrimento de boa parte da indústria da construção civil brasileira, envolvida nesse escândalo de corrupção. Enquanto que a operação Zelotes (muito maior) descansa um sono tranquilo em berço esplêndido. Afinal, ninguém do PT está envolvido.

5 - A psicóloga e apresentadora de televisão Marta Suplicy (casada com Eduardo, pai do Supla nessa época) ainda não era "relaxa e goza", mas já era filiada ao Partido dos Trabalhadores, que tanto abomina hoje em dia.

6 - Dilma Rousseff já tinha sido presa, torturada e o escambau. Era Secretária Municipal da Fazenda em Porto Alegre na gestão do prefeito Alceu Collares.

7 - Lula já tinha sido preso, tinha feito campanha pelas Diretas Já ao lado de FHC, Ulisses Guimarães e Sarney. Com essa campanha, o PT se absteve do processo eleitoral no Congresso, que elegeu de forma indireta Tancredo Neves (vovô do Aécio) presidente.

8 - Aécio Neves era secretário particular do avô Tancredo Neves (olha o nepotismo aí gente!), então governador de Minas Gerais. Quando Tancredo morreu, no ano seguinte, Francisco Dorneles, seu primo e ministro da Fazenda de José Sarney, o nomeou diretor de loterias da Caixa Econômica Federal, aos 25 anos de idade.

9 - FHC, senador suplente de Franco Montoro, que se elegeu governador de São Paulo em 1982, Fernandinho, se licenciou para concorrer à Prefeitura de São Paulo em 1985, mas perdeu para Jânio Quadros porque não respondeu objetivamente à emblemática pergunta de Boris Casoy: "o senhor acredita em Deus?"

10 - Eduardo Cunha ainda não tinha os seus (ou não?) milhões na Suíça. Havia trabalhado na campanha de Eliseu Resende (PDS), para governador de Minas. Como perdeu para Tancredo Neves, o jovem Cunha migrou no ano seguinte, 1985, para a campanha de Moreira Franco (PMDB). Ainda não tinha sido amigo (de infância) do saudoso PC Farias, e nem tesoureiro do comitê de Collor de Mello no Rio de Janeiro.

11 - O homem com o "mapa na cabeça", Mikhail Gorbatchev, foi eleito secretário-geral do Partido Comunista em 11 de março de 1985, aos 54 anos. Último líder da União Soviética, com ideias democratas, ele se distanciava do conceito linha dura de seus antecessores. Estourou em seu colo a "Terceira Revolução Industrial", que contribuiria para o declínio e fim da antiga União Soviética.

12 - Flávio Dino, o atual governador do Maranhão, era um jovem com ideias revolucionárias, quando foi líder estudantil, sendo eleito presidente do Grêmio do colégio Marista Maranhense, que teve o também jovem Fonseca Júnior (meu irmão e hoje doutorando em Ciências Jurídicas em Braga - Portugal) como seu primeiro Secretário de Comunicação.

13 - Ricardo Fonseca era um jovem sonhador de apenas 15 anos, que participava ativamente dos movimentos estudantis e das festas New waves, com gel no cabelo, calça bag e camisa colorida com ombreira. Hoje, 30 anos depois, nem tão jovem, quase careca e ainda sonhador, luta pelo estado do Maranhão mais seguro, por Brasil mais justo e por uma Justiça menos injusta.

Que bom voltar no tempo e ver que ainda dá tempo de fazer muita coisa pelos nossos semelhantes em todas as esferas. Como o jovem Marty McFly em seus 3 filmes da saga "De volta para o Futuro" nos mostra muito bem, não precisamos ir ao futuro para mudar o nosso presente. Mas também não podemos esquecer os nossos erros do passado para não evoluir. Principalmente em "De volta para o Futuro na Política".

Não podemos esquecer a origem de toda a corrupção no País, que foi na era FHC, terminantemente ocultada, omitida e desprezada pela Justiça e mídia brasileira.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247