Diplomanta

O jornalista Leandro Fortes afirma que a embaixadora do Brasil na Suíça Maria Nazareth Farani Azevedo protagonizou um vexame pátrio, na sede mundial da ONU, em Genebra; ele diz: "alterada, apoleirou-se em um microfone para defender o Bozo das acusações de ser machista, racista e misógino", e complementa: "a plateia, formada por diplomatas, acadêmicos e cientistas políticos de todo o mundo deu gargalhadas na cara da diplomata"

Diplomanta
Diplomanta
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Leandro Fortes, do Jornalistas pela Democracia - A embaixadora do Brasil na Suíça Maria Nazareth Farani Azevedo, em evento em que Jean Wyllys falou ao mundo sobre os horrores do governo Bolsonaro, protagonizou um vexame pátrio, na sede mundial da ONU, em Genebra.

Alterada, apoleirou-se em um microfone para defender o Bozo das acusações de ser machista, racista e misógino.

A plateia, formada por diplomatas, acadêmicos e cientistas políticos de todo o mundo DEU GARGALHADAS na cara da diplomata.

Entende-se o papelão.

Bozo avisou que vai trocar todos os embaixadores do governo fascista que não o defenderem no exterior.

Maria Nazareth não está afim de ser transferida para a Zâmbia.

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela Democracia)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email