E a segunda onda do Covid-19 arrebentou só depois do primeiro turno. Conta outra!

Que o povo que vai votar no segundo turno que jogue esta onda para cima destes irresponsáveis, genocidas

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Washington Luiz de Araújo, jornalista, Bem Blogado – Interessante, nem acabou o primeiro turno e a tal da segunda onda do Covid-19 explodiu na arrebentação. Está claro que a represaram. Pergunta aos governantes e à grande mídia: somos idiotas, otários em entrar na de vocês de que a segunda onda só arrebentou em cima da gente  depois do primeiro turno?

Que o povo que vai votar no segundo turno que jogue esta onda para cima destes irresponsáveis, genocidas.

Quantas pessoas morreram, quantas foram contaminadas enquanto a onda de contaminações e mortes era represada por estes irresponsáveis?

“Parece que não tem pandemia” era e é ainda a frase mais usada por aqueles que não caem no conto do vigário aplicado pelos que visam a vida da grana, em detrimento de vidas humanas.

Cansei de ver bares cheios nas minhas raras e necessárias idas ao supermercado e banco.

Celebravam, como se a grana criasse uma redoma de vidro, isolando-os da peste.

Sabiam e não queriam saber que a tal da segunda onda nada mais é do que a primeira multiplicada. Hipócritas, genocidas.

Estamos conscientes da necessidade de muitos irem às ruas em busca do sustento, se arriscando em morrer de Covid para não perecer de fome, mas sabemos que muitos poderiam não dar o mal exemplo e estão dando.

Até quando?

Quando vai cair na conta destes genocidas tantas mortes?

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247