É muito mais grave!

Tudo parece indicar que a mudança no mundo evangélico não é meramente superficial, mas de profundidade considerável

Siga o Brasil 247 no Google News

Uma evangélica assume o microfone e diz que, seja lá quem a estivesse ouvindo, parasse de replicar post de gente preta e de LGBTQIA+.

Mais tarde assumiu sua infelicidade, que não queria dizer o que disse e pediu perdão! Que, inclusive queria falar sobre justiça social.

Jesus Cristo disse que a boca fala aquilo de que está repleto o coração.

PUBLICIDADE

O fato é que ela falou o que, segundo ela, não queria dizer, mas, não conseguiu dizer o que disse que desejava falar.

Tudo parece indicar que a mudança no mundo evangélico não é meramente superficial, mas de profundidade considerável.

Se a fala de Jesus pudesse ser aplicada, estaríamos falando de uma mudança de índole.

PUBLICIDADE

Aí aparece um reverendo que preside uma ONG que se chama Secretaria Nacional… Imagina a confusão que o cartão de visitas dele não corre o risco de causar!

De fato, ele parece ser mesmo de uma secretaria nacional, dada a facilidade com que consegue audiências que grandes laboratórios não conseguiram.

Como evangélico há mais de 50 anos, me sinto como o aluno que, finalmente, se dá conta de ter perdido muitas aulas importantes, e que, agora, está diante da esfinge que precisa decifrar sob pena de ser devorado.

PUBLICIDADE

Dietrich Bonhoeffer e Martin Niemöller, líderes da igreja confessaste, que enfrentou o nazismo, entenderam que tinham de denunciar o nazismo e os congêneres que aderiram ao 3º Reich, sob pena de não conseguirem ser relevantes na necessária e inevitável reconstrução da igreja evangélica alemã.

Agora que sabemos da aparente simpatia ao nazismo, que, suspeita-se, demonstrou o presidente, simpatia já sugerida em atos e citações de alguns de seus assessores, é necessário que o que começou como luta pelo Estado Democrático de Direito evolua para denúncia e resistência à tirania.

E o que parecia ser uma necessária correção nos rumos da igreja evangélica brasileira evolua para uma urgente reconstrução da igreja evangélica brasileira, a exemplo do que vaticinou Bonhoeffer sobre a igreja evangélica alemã.

PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email