E se o Cristo fosse enforcado?

E se Cristo tivesse sido enforcado, os cristãos estariam ornamentando seus altares com forcas? Teríamos forcas nas batinas, nos pingentes, nas lancheiras das crianças... Se ele tivesse sido morto espancado, seria um tacape o nosso símbolo?

E se Cristo tivesse sido enforcado, os cristãos estariam ornamentando seus altares com forcas? Teríamos forcas nas batinas, nos pingentes, nas lancheiras das crianças... Se ele tivesse sido morto espancado, seria um tacape o nosso símbolo?
E se Cristo tivesse sido enforcado, os cristãos estariam ornamentando seus altares com forcas? Teríamos forcas nas batinas, nos pingentes, nas lancheiras das crianças... Se ele tivesse sido morto espancado, seria um tacape o nosso símbolo? (Foto: Lelê Teles)

não gosto da cruz.

ela é um instrumento de tortura.

sim, dirás, mas ela foi ressignificada pelo cristianismo.

com mil diabos, não. isso é uma meia verdade.

a cruz continua sendo o que sempre foi.

foi sob o signo da cruz que os cruzados mataram milhares de pessoas, esses assassinos levavam a cruz bordada nas túnicas, gravadas nos escudos e nos elmos.

era com a cruz em punho que os padres punham fogo em pessoas na idade média.

é aos pés da cruz que padres molestam crianças mundo afora.

a cruz subjugou e roubou a alma de nossos nativos, dôn forguére bautit.

a cruz é o consolo noturno de freiras soturnas em conventos. digo consolo no sentido de consolo, se é que a senhora me entende.

e, o que realmente importa, a cruz representa a derrota do homem diante do império.

era isso que significava aquelas seis mil cruzes enfileiradas na Via Apia.

mas lá, na Apia, os homens que estavam pregados no madeiro lutaram pela vida e contra a morte.

era só entregar quem deles era Spartacus e a coisa teria sido aliviada para uns, mas eles preferiram a morte ao opróbrio da capitulação.

os de Cristo, não.

os amiguinhos de Cristo trataram de o abandonar logo que ele foi preso; aliás, um deles o entregou num manjado esquema de delação premiada.

a mesma cruz que representa o Cristo místico, ressuscitado, simboliza o Cristo mítico, derrotado.

a imagem que a cruz evoca é a do homem caminhando cabisbaixo rumo ao cadafalso; resignado às ofensas e cusparadas que recebia da multidão.

não um revoltoso Judas Macabeu, não um insurrecto Spartacus, não esses homens bravos e valentes, mas um um pobre diabo esquálido e resignado.

a cruz mostra que o império venceu e que o revolucionário aceitou a derrota.

foi por isso que os estadunidenses criaram o Superman, que é uma espécie de Jesus que não morre.

o Superman não é deste mundo, e ele veio à terra para nos proteger; foi criado por uma família postiça (o casal Mary e Joseph); embora casto, tinha uma mulher como crush; espancado por Lex Luthor, ficou em coma por três dias e "ressuscitou".

o que fizeram aí foi tirar o Cristo da cruz!

o Jesus da igreja é quase um suicida.

veja como ele mesmo carrega a trave nos ombros, sem contestar, sem protestar.

veja que em muitos altares é esse cristo que vemos: crucificado, seminu, derrotado, com os joelhos alquebrados e o corpo banhado em sangue.

o que querem com isso?

o que deveria simbolizar o Cristo era a ressurreição e não a morte.

e o Cristo ressuscitou da tumba...

e não da cruz.

atentai bem!

ah, mas se a cruz tá lá no altar e o Cristo não tá significa que ele ressuscitou.

ora, ora, ora.

a cruz vazia significa que o próximo pode ser você, amigo.

aos que defendem a cruz eu vos pergunto:

e se Cristo tivesse sido enforcado, os cristãos estariam ornamentando seus altares com forcas?

teríamos forcas nas batinas, nos pingentes, nas lancheiras das crianças...

se ele tivesse sido morto espancado, seria um tacape o nosso símbolo?

e se ele tivesse sido estuprado - deus dos invernos! - teríamos hoje uma enorme piroca romana no altar, bem atrás do padre?

pirocas estariam penduradas nos pescoços de nossas crianças, nas mãos de nossas freirinhas...

estariam agora as nossas avós - ó imagem terrível! - a rezar, levando a piroca aos lábios e murmurando salmos?

questões enigmáticas.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247