EBC dá um grande passo: multiprogramação

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Uma das maiores virtudes do sistema brasileiro de TV digital é a possibilidade da multiprogramação, ou seja, a divisão de um canal em até quatro para multiplicar as transmissões de conteúdo.  Em 2007, quando o sistema foi implantando no Brasil e simultaneamente a TV Brasil entrou no ar, apenas as emissoras públicas optaram pela multiprogramação. As privadas o rejeitaram, visto que não lhes interessa multiplicar canais sem multiplicar  verba de publicidade.

Desde o início, na minha gestão, a EBC viu na multiprogramação a possibilidade de multiplicar a oferta de conteúdos, tanto de natureza pública como governamental, em favor da cidadania. Faltava porém o Ministério das Comunicações encontrar as soluções técnicas, embora tenhamos implantando os canais digitais da EBC entre 2008 e 2009.

Hoje, com muita alegria, assisti ao lançamento do início das transmissões simultâneas, pelo canal digital da TV Brasil. Em TV aberta, possuindo o conversor ou o aparelho de televisor digital, o cidadão poré sintonizar pelo mesmo canal 2 a TV Brasil, nossa TV pública, a TV NBR, canal do governo federal, o Canal Saúde e a TV Escola. Depois virá o canal da Cultura. Este é um legado do presidente Lula, através do Decreto 5.820, de 2006, que definiu o modelo brasileiro de TV digital.  Foi viabilizada agora pelo esforço do ministro-chefe da Secom, Edinho Silva, do presidente da EBC, Américo Martins, e de parcerias com o Ministério das Comunicações, da Saúde e da Educação.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247