Ecocídio

O governo Bolsonaro já deixou claro que sua preocupação com os biomas passa pelo quanto eles atrapalham o agronegócio

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: ALAN SANTOS/PR | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News

18 milhões de animais mortos nas queimadas que assolaram florestas brasileiras, isso, sem contar as perdas provocadas pelo desmatamento, e pelo desequilíbrio dos biomas.

É indisfarçável o crime que está sendo cometido em território brasileiro contra o planeta, contra a flora e contra a fauna.

Não se pode colocar toda culpa no clima, como se o clima já não fosse resultado da manipulação humana;  além do que, não há dúvida de que muitos desses incêndios foram criminosos, e não é de hoje.

PUBLICIDADE

O mundo já está falando em regeneração, ou seja, não basta conter a devastação, é preciso, e, urgentemente, proceder a regeneração dos biomas.

Isso nos coloca numa situação bastante complicada. O governo Bolsonaro já deixou claro que sua preocupação com os biomas passa pelo quanto eles atrapalham o agronegócio.

PUBLICIDADE

O governo, inclusive, liberou uma série de agrotóxicos que põe em risco a sobrevivência das abelhas, o que significa dizer, põe em risco a flora, para além do que já fazem os incêndios e os desmatamentos. 

Tem-se a impressão de estar numa guerra perdida. Como convencer o governo brasileiro a, minimamente, cumprir a suas próprias leis ambientais? Se não conseguimos êxito no mínimo, como o conseguiremos na medida em que a ênfase passa da contenção para a regeneração?

PUBLICIDADE

Cada vez mais tenho menos dúvida de que, se não for seguido o exemplo de países como a Colômbia, que transformou seu bioma sob maior risco em sujeito de direito, designando para este bioma um defensor frente ao Judiciário, não haverá alternativa a não ser a de assistir a destruição. 

A menos que este governo seja interrompido já! A palavra está com o Judiciário e com o legislativo.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email