Eduardo Cunha manda elaborar PEC para invadir a Suíça

www.brasil247.com - Brasília- DF- Brasil- 10/09/2015- Sessão extraordinária para discussão e votação de diversos projetos. Na foto, presidente da Câmara dos Deputados, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Foto: Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados
Brasília- DF- Brasil- 10/09/2015- Sessão extraordinária para discussão e votação de diversos projetos. Na foto, presidente da Câmara dos Deputados, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Foto: Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados (Foto: Alex Solnik)


Cunhalândia – Reunido com seus líderes em animada pajelança nas futuras instalações do Parlashopping, o presidente da Câmara, Mesa e Banho dos Deputados do PMDB, Eduardo Cunha mandou dois deles tirarem no palitinho quem seria o responsável pela elaboração de uma PEC que permitirá ao Brasil invadir a Suíça.

Independentes como sempre, os deputados se rebelaram: "Ou disputamos no par-ou-ímpar ou implodimos a República"!

Em suas justificativas iniciais, o documento, do qual obtivemos uma cópia pirata, afirma que aquele país europeu, conhecido pelo queijo furado, pela limonada e por levar chocolate nos jogos com o Brasil tem atacado de maneira torpe e reiterada cidadãos brasileiros acima de qualquer suspeita.

"O primeiro alvo foi Paulo Maluf que, sem jamais ter sido questionado pela Justiça brasileira a respeito do preju que causou quando foi prefeito de São Paulo, é acusado seguidamente de possuir conta bancária naquele país, apesar de suas negativas veementes, dentre as quais juramentos por tudo que é sagrado – inclusive por sua mãe".

"Insensíveis a tais provas, as autoridades suíças não se deram por vencidas. Prenderam outro brasileiro cuja fortuna nunca foi posta em dúvida no Brasil, José Maria Marin, coincidentemente amigo de Maluf e até agora não o soltaram, apesar do seu conhecido fair-play".

"Não contentes com essas agressões a cidadãos da terceira idade, aptos a pegar metrô e ônibus de graça em nosso país, a Suíça agora investe contra a própria Câmara dos Deputados do PMDB na pessoa de seu presidente, o que configura um ataque covarde a um dos Três Poderes da nossa nação, insinuando que Eduardo Cunha também possui conta na Suíça. (As acusações nem são, ao menos, originais.)"

Diante dessas agressões injustificadas não podemos nos acovardar, afirma o texto da PEC.

"Só nos resta uma atitude: invadir a Suíça, libertar Marin e rasgar todos os falsos extratos bancários do presidente Eduardo Cunha antes que outros brasileiros que enriquecem subitamente também sejam enxovalhados".

P.S. A limonada suíça está proibida em todas as dependências da Câmara.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email