Eleição de Francia e Petro na Colômbia mostra ao Brasil a necessidade de mudar

A vitória inédita da esquerda colombiana vislumbra o caminho da unidade da América Latina e a derrota do projeto neoliberal destruidor de sonhos

www.brasil247.com - Gustavo Petro e Francia Márquez
Gustavo Petro e Francia Márquez (Foto: REUTERS/Santiago Arcos)


Com 11.281.013 votos, 50,44% do eleitorado colombiano, a dupla Gustavo Petro e Francia Márquez derrotou o candidato da extrema direita, que uniu em torno de si quase toda a elite do país, acostumada a mandar e desmandar no país vizinho do norte brasileiro.

A vitória inédita da esquerda colombiana vislumbra o caminho da unidade da América Latina e a derrota do projeto neoliberal destruidor de sonhos e de vidas nesta parte do continente.

A consagração de Francia e Petro, no domingo (19), abre um novo ciclo na Colômbia com possibilidades de combater as abissais desigualdades do país. Além disso, a eleição da primeira vice-presidenta negra, com origem na classe trabalhadora, reforça a vontade de mudança do povo colombiano, que agora se vê representado por um presidente popular e pela vice-presidenta, que já foi trabalhadora doméstica, antes de, com muito esforço, formar-se em direito e tornar-se advogada respeitadíssima.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A eleição da Colômbia mostra também a crescente força da mulher com amplificação de sua participação na política e a confiança do povo na necessidade de mais mulheres participando ativamente nas instâncias de poder e decisão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Igual ao Brasil que precisa de mais mulheres na política para o intenso combate à cultura do estupro e do ódio. A eleição de Francia Márquez, a primeira vice-presidenta negra da história do país sul-americano, mostra que nós podemos e devemos estar presentes em todos as lutas para construir o mundo novo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ativista antirracista, contra o machismo, defensora da preservação ambiental e dos direitos humanos, Francia notabilizou-se por estar onde o povo está. “Estou aqui para dar as mãos às mulheres que não tiveram voz, com quem nunca tiveram oportunidades ou privilégios, cujas vozes foram silenciadas e aquelas que não tiveram permissão por suas condições de mulheres empobrecidas e racializadas de viver em paz e com dignidade”, disse ela à CNN Brasil.

São vozes como a de Francia Márquez que precisamos eleger em outubro em nosso país. O Brasil precisa mudar para voltar a ser respeitado no mundo e pôr fim à violência que mata milhares de mulheres todos os anos, que mata milhares de jovens negros e pobres nas periferias das grandes cidades, que mata ambientalistas, indígenas, sindicalistas, enfim que mata quem luta por seus direitos e pelos direitos de todas as pessoas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A ventania que vem de nossos vizinhos ajuda a impulsionar o povo brasileiro a enterrar o fascismo de vez e eleger mais uma vez o presidente Lula para reconstruir o nosso amado Brasil. A eleição colombiana é mais um passo para a fundamental unidade latino-americana na luta por nossa soberania e liberdade.

Mais mulheres na política se soma às vozes da mudança e da reconstrução. Vamos juntas pelo Brasil, pelo trabalho decente, pela igualdade de direitos e pelo respeito à dignidade. Afinal, todas as pessoas merecem ter casa, comida, trabalho, saúde, acesso à cultura e à diversão e a uma educação pública que dignifique a pessoa humana.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email