'Estadão' trata leitores como Homer Simpsons

"Provavelmente por encomenda do grupo que tenta viabilizar a candidatura de Luciano Huck, Armínio Fraga e seu cofrinho à frente, o 'Estadão', que já foi um grande jornal se apequena hoje ao manipular os resultados de uma pesquisa", critica o colunista do 247 Alex Solnik; ele diz que somente quem tem tempo e curiosidade de ler a matéria embaixo do título fica sabendo que a pergunta da pesquisa não tem nada a ver com a eleição presidencial, como a manchete faz supor; "Também é inaceitável incluir Huck numa relação de políticos. Quem caiu nessa, caiu, mas quem não caiu percebeu que o jornal agrediu a inteligência dos seus leitores. Tratou-os como Homer Simpsons", diz Solnik

"Provavelmente por encomenda do grupo que tenta viabilizar a candidatura de Luciano Huck, Armínio Fraga e seu cofrinho à frente, o 'Estadão', que já foi um grande jornal se apequena hoje ao manipular os resultados de uma pesquisa", critica o colunista do 247 Alex Solnik; ele diz que somente quem tem tempo e curiosidade de ler a matéria embaixo do título fica sabendo que a pergunta da pesquisa não tem nada a ver com a eleição presidencial, como a manchete faz supor; "Também é inaceitável incluir Huck numa relação de políticos. Quem caiu nessa, caiu, mas quem não caiu percebeu que o jornal agrediu a inteligência dos seus leitores. Tratou-os como Homer Simpsons", diz Solnik
"Provavelmente por encomenda do grupo que tenta viabilizar a candidatura de Luciano Huck, Armínio Fraga e seu cofrinho à frente, o 'Estadão', que já foi um grande jornal se apequena hoje ao manipular os resultados de uma pesquisa", critica o colunista do 247 Alex Solnik; ele diz que somente quem tem tempo e curiosidade de ler a matéria embaixo do título fica sabendo que a pergunta da pesquisa não tem nada a ver com a eleição presidencial, como a manchete faz supor; "Também é inaceitável incluir Huck numa relação de políticos. Quem caiu nessa, caiu, mas quem não caiu percebeu que o jornal agrediu a inteligência dos seus leitores. Tratou-os como Homer Simpsons", diz Solnik (Foto: Alex Solnik)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Provavelmente por encomenda do grupo que tenta viabilizar a candidatura de Luciano Huck, Armínio Fraga e seu cofrinho à frente, o “Estadão”, que já foi um grande jornal se apequena hoje ao manipular os resultados de uma pesquisa.

“Aprovação de Huck cresce 60%” grita o matutino em letras garrafais.

Quem lê apenas a manchete, o que não é raro acontecer, sai convencido que Huck disparou na pesquisa presidencial de forma espetacular em apenas dois meses.

Somente quem tem tempo e curiosidade de ler a matéria embaixo do título fica sabendo que a pergunta da pesquisa é a seguinte:

“Agora vou ler o nome de alguns políticos e gostaria de saber se o (a) senhor (a) aprova ou desaprova a maneira como eles vêm atuando no País”.

Nada a ver com a eleição presidencial, como a manchete faz supor.

Também é inaceitável incluir Huck numa relação de políticos.

Quem caiu nessa, caiu, mas quem não caiu percebeu que o jornal agrediu a inteligência dos seus leitores.

Tratou-os como Homer Simpsons.

Mais uma armação do Armínio que naufraga.

Parece que sua próxima brilhante ideia é lançar Tiazinha para vice.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247