Estado de Direito, ou Direito de Estado?

Para quem ainda não percebeu a gravidade da situação, eu sugiro abrir bem os olhos enquanto é tempo e podemos acessar informações livremente. Até isso pode mudar em breve e as informações disponibilizadas serão aquelas que agradam ao poder. Existem meios de bloquear sites e serviços na Internet e inúmeros regimes totalitários, ou muito próximo disso, já o fazem. Todos têm uma boa desculpa para isso.

Estado de Direito, ou Direito de Estado?
Estado de Direito, ou Direito de Estado? (Foto: Cleia Viana - Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Quando o Estado de Direito não existe, a sociedade como um todo se torna refém de um regime de exceção cujo poder está alheio aos princípios constitucionais e a lei se torna uma mera referência legal para perseguir seus opositores e perpetuação do regime.

Quem pensou que eu me referia a Venezuela, se enganou. Me refiro ao Brasil, onde não existe mais estado nem direitos. O que aconteceu com Jean Wyllys não é a ponta do Iceberg. É o Iceberg saindo fora d'água.

Um parlamentar eleito ter que deixar o país por falta das garantias constitucionais ao seu direito ao exercício do cargo por temos a sua vida escancara para o mundo o que está acontecendo no país. Com sua atitude, que muito nos entristece, Jean está dizendo em alto e bom tom: socorro!

Creio que uma vez resolvida a situação na Venezuela, o Brasil tem tudo para ocupar o seu lugar. Talvez não cheguemos aos níveis de verdadeiro desespero econômico que passam seus cidadãos com mais de dois milhões deles já tendo abandonado o país. Mas é certo de que com este governo e esta justiça atual, aquilo que conhecemos como democracia, direitos constitucionais, cidadania etc, deixarão de existir tal.

A esquerda precisa urgentemente reavaliar sua atuação neste novo cenário. Não é preciso muito conhecimento político para perceber que não haverá uma paridade de armas neste Congresso e tudo será feito de forma a mostrar clara e indubitavelmente quem são os novos donos do poder. Aos amigos a complacência e a benesse, aos inimigos o rigor do estatuto.

Já se nota uma guerra nos bastidores dos serviçais midiáticos. A rede de comunicação hegemônica não aceita ser relegada ao lugar que antes ocupavam seus concorrentes. Não são mais eles os donos de entrevistas exclusivas, tampouco os que recebem em primeira mão, ou com exclusividade as melhores notícias. Ainda esperneia mostrando que é capaz de colocar o dedo nas feridas da família real, mas também mostra o quanto pode ser subserviente se o rei assim o desejar, desde que lhe dê de volta seu lugar ao sol.

Para quem ainda não percebeu a gravidade da situação, eu sugiro abrir bem os olhos enquanto é tempo e podemos acessar informações livremente. Até isso pode mudar em breve e as informações disponibilizadas serão aquelas que agradam ao poder. Existem meios de bloquear sites e serviços na Internet e inúmeros regimes totalitários, ou muito próximo disso, já o fazem. Todos têm uma boa desculpa para isso.

A ida deste energúmeno a Davos foi risível de um lado, mas trágico de outro. O cara fez um discurso de mensagem de WhatsApp, ou de Twitter, como queiram. Fugiu da imprensa como o Diabo foge da cruz e seu melhor momento foi convidar todo mundo para passar férias no Brasil. Eis aí de presente cenas para filmes de comédia.

Eu não gosto de fazer prognósticos, aquelas previsões do que vai acontecer. Prefiro fazer uma leitura do que está acontecendo e mostrar onde isso pode levar. Desta maneira, ainda é possível tentar reverter alguns avanços fascistas e montar trincheiras para as batalhas que virão.

Nem tudo é só desgraça e o Carnaval está chegando. Nossa maior festa popular onde ainda é possível expressar nossa arte e nossa alegria. Esta é uma verdadeira festa do povo e todos ainda podem participar sem preconceito. Tomara continue assim.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247