Extrema-direita fecha o Congresso

"Uns 50 gatos pingados vestindo camisetas pretas pedindo intervenção militar invadiram agora há pouco o plenário da Câmara dos Deputados. Expulsaram o deputado Waldir Maranhão que estava presidindo a sessão e agora ocupam a mesa diretora. A polícia legislativa tenta negociar a retirada pacífica, mas tem obtido êxito relativo. A maioria dos invasores permanece no local da mesa diretora gritando palavras de ordem contra “comunistas”, “corruptos” e exigindo a presença do comandante geral das Forças Armadas. Notórios provocadores, protagonizam cenas que só se viu na ditadura militar de 64"; confira o relato do colunista Alex Solnik

"Uns 50 gatos pingados vestindo camisetas pretas pedindo intervenção militar invadiram agora há pouco o plenário da Câmara dos Deputados. Expulsaram o deputado Waldir Maranhão que estava presidindo a sessão e agora ocupam a mesa diretora. A polícia legislativa tenta negociar a retirada pacífica, mas tem obtido êxito relativo. A maioria dos invasores permanece no local da mesa diretora gritando palavras de ordem contra “comunistas”, “corruptos” e exigindo a presença do comandante geral das Forças Armadas. Notórios provocadores, protagonizam cenas que só se viu na ditadura militar de 64"; confira o relato do colunista Alex Solnik
"Uns 50 gatos pingados vestindo camisetas pretas pedindo intervenção militar invadiram agora há pouco o plenário da Câmara dos Deputados. Expulsaram o deputado Waldir Maranhão que estava presidindo a sessão e agora ocupam a mesa diretora. A polícia legislativa tenta negociar a retirada pacífica, mas tem obtido êxito relativo. A maioria dos invasores permanece no local da mesa diretora gritando palavras de ordem contra “comunistas”, “corruptos” e exigindo a presença do comandante geral das Forças Armadas. Notórios provocadores, protagonizam cenas que só se viu na ditadura militar de 64"; confira o relato do colunista Alex Solnik (Foto: Alex Solnik)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Uns 50 gatos pingados vestindo camisetas pretas pedindo intervenção militar invadiram agora há pouco o plenário da Câmara dos Deputados.

Expulsaram o deputado Waldir Maranhão que estava presidindo a sessão e agora ocupam a mesa diretora.

A polícia legislativa tenta negociar a retirada pacífica, mas tem obtido êxito relativo.

A maioria dos invasores permanece no local da mesa diretora gritando palavras de ordem contra “comunistas”, “corruptos” e exigindo a presença do comandante geral das Forças Armadas.

Notórios provocadores, protagonizam cenas que só se viu na ditadura militar de 64.

O Congresso foi fechado pela última vez em abril de 74 pelo general Geisel.

Qualquer que seja o desfecho do episódio ele só foi possível porque depois do impeachment da presidente Dilma, do Brexit e principalmente depois da vitória de Trump a direita está se achando.

Cabe ao presidente da Câmara providenciar o restabelecimento dos trabalhos e o enquadramento constitucional desse grupo que conspira contra a democracia.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247